Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Varejistas de alta renda se destacam no 2º trimestre

(Foto :Senivpetro/Freepik

As varejistas brasileiras enfrentaram um segundo trimestre desafiador devido aos altos juros e ao endividamento das famílias. No entanto, empresas que atendem clientes de alta renda, como Arezzo, Vivara e Soma, se destacaram graças à catividade desse público em relação ao cenário econômico adverso.

Essas empresas têm sido as favoritas dos investidores há algum tempo, e sua escolha se mostra um acerto com frequência. Clientes de alta renda tendem a ter rendimentos menos afetados por taxas de juros elevadas. Esse público possui reservas financeiras sólidas e dependem menos de crédito para fazer compras.

“O setor de varejo de alta renda continua sendo o destaque, com um sólido crescimento geral e recuperação da rentabilidade, enquanto varejistas de vestuário de classe média tiveram um desempenho negativo no trimestre”, afirmou a XP Investimentos.

A Vivara, por exemplo, ficou em grande evidência, com destaque para a marca Life, voltada para produtos de prata. Seu Ebitda ajustado cresceu 32,3% em relação ao ano anterior, enquanto sua margem Ebitda atingiu 32,3%, um aumento de 2,3 pontos percentuais na mesma base. A receita líquida no segundo trimestre atingiu R$ 559,9 milhões, um aumento de 19,3% ano a ano.

A Arezzo viu seu Ebitda crescer 22,1% no ano, alcançando R$ 198,2 milhões. Além disso, a margem subiu 0,3 ponto percentual para 17,5%, e a receita aumentou 19,7%, atingindo R$ 1,1 bilhão.

Já o Grupo Soma, proprietário da Farm, registrou um aumento de 2,4% no Ebitda, para R$ 215,4 milhões. A marca também teve um aumento de 7,4% na receita líquida, para R$ 1,2 bilhão. No entanto, a margem Ebitda caiu 0,9 ponto percentual para 16,6%, e o lucro também sofreu queda devido aos gastos financeiros.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado