Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Desenrola Brasil: renegociação de dívidas para MEIs e PMEs

Desenrola
(Foto: Pexels)

O programa Desenrola Brasil, originalmente voltado para consumidores negativados, passou por modificações significativas em seu projeto de lei. Desta vez, o programa direcionou seu foco para beneficiar MEI e as micro e pequenas empresas que desejam renegociar dívidas com seus clientes. O deputado Alencar Santana (PT-SP), relator do projeto, propôs alterações que garantem lotes específicos nos leilões do programa para esses credores, eliminando a necessidade de competir com empresas de maior porte pelos recursos do Tesouro Nacional.

O governo disponibilizou um montante de R$ 8 bilhões do Fundo Garantidor de Operações (FGO), gerenciado pelo Banco do Brasil, para o programa. No entanto, esses valores mostraram-se insuficientes diante da alta demanda de negativados, justificando a necessidade dos leilões. De acordo com as novas regras, os credores que oferecerem os maiores descontos sobre o valor principal da dívida terão a oportunidade de participar e acessar os recursos públicos.

O ajuste no texto acontece em meio a uma disputa pelos recursos do FGO, que acabou reduzindo os recursos disponíveis para o Pronampe, uma linha de crédito voltada para empreendedores. Bancos alertam que os recursos do Pronampe podem se esgotar até o final do mês e pedem um aporte adicional de R$ 6,5 bilhões. O Ministério da Fazenda já realizou um aporte de cerca de R$ 1 bilhão para garantir a operação da linha de crédito.

Publicidade

Questionado sobre a divisão dos recursos e a preocupação com o volume de crédito para o setor, Santana afirmou que o Desenrola Brasil também beneficiará os participantes do Pronampe. Ele destacou que o pequeno e microempreendedor terá a oportunidade de qualificar-se para os leilões e, assim, negociar com seus devedores.

O relator ressaltou que os efeitos gerais do programa beneficiarão a economia como um todo, já que “devolve ao consumidor a capacidade de retomar sua atividade financeira, o que é bom para o consumo e a economia”. Os credores interessados terão até o dia 9 de setembro para se inscrever na plataforma do governo, que conduzirá os leilões eletrônicos. O Desenrola Brasil se torna um importante instrumento na busca por soluções financeiras para MEIs e PMEs em tempos desafiadores.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado