Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Presidente da Fenafisco elogia medidas para taxar super-ricos

Foto: Pexels

Francelino Valença, presidente da Fenafisco (Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital), demonstrou apoio às recentes medidas anunciadas pelo governo federal brasileiro com o objetivo de taxar os super-ricos.

Em uma recente entrevista ao jornal Correio Braziliense, Valença enfatizou a importância dessas ações e discutiu suas possíveis implicações, incluindo a preocupação com uma fuga de capitais do país.

Valença destacou que as medidas de taxação são um passo inicial em direção a uma mudança de paradigma no que diz respeito à tributação das pessoas com rendas mais elevadas. Ele reconheceu que ainda existem lacunas nas medidas, mas acredita que elas representam um esforço significativo para taxar aqueles que realmente têm a capacidade de contribuir mais para o sistema.

Publicidade

O presidente da Fenafisco levantou a preocupação sobre a eficácia da taxação em relação às contas em paraísos fiscais, conhecidos por sua relutância em compartilhar informações. No entanto, ele salientou que a narrativa de que isso levaria a uma fuga massiva de capitais não é sustentada por estudos e experiências em outros países desenvolvidos.

Valença argumentou que a estrutura tributária do Brasil é muito diferente daquela adotada em nações desenvolvidas. Ele defendeu a importância de se aproximar de modelos mais progressivos de tributação de renda e patrimônio, destacando a necessidade de eliminar certos benefícios fiscais e de revisar a tabela do Imposto de Renda.

O presidente da Fenafisco enfatizou a importância de eliminar a progressividade sobre heranças e de taxar dividendos e lucros distribuídos para sócios. Além disso, ele destacou a necessidade de criar uma tabela progressiva de Imposto de Renda que aumente a faixa de isenção, beneficiando os trabalhadores com menores rendimentos.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado