Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Reformas são responsáveis por melhora do PIB, diz Campos Neto

Foto: Agência Brasil

Durante um fórum promovido pelo JPMorgan, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, sugeriu que as surpresas positivas no crescimento econômico do Brasil, como o  Produto interno bruto (PIB), nos últimos 15 meses podem ser atribuídas, pelo menos em parte, aos ganhos de eficiência resultantes das reformas estruturais implementadas no país nos últimos anos.

Campos Neto observou que há cerca de oito anos, os economistas estimavam o crescimento potencial do PIB brasileiro em torno de 2,8%. Essa estimativa estava condicionada à realização de reformas previdenciárias, trabalhistas e tributárias, além da implementação de marcos regulatórios para concessões, simplificação do processo de abertura de empresas e modernização dos sistemas de pagamento.

O presidente do BC destacou que muitos desses objetivos foram parcialmente alcançados pelo governo ao longo desse período. No entanto, ele mencionou que as estimativas atuais apontam para um crescimento do PIB potencial mais baixo, em torno de 1,8%. Isso levou Campos Neto a questionar essa redução, considerando os esforços feitos para atender às demandas de reforma.

Publicidade

“É muito difícil, esse número é não observável, acho que é muito contaminado pelos crescimentos baixos recentes, pegamos um problema atrás do outro, como a pandemia”, comentou Campos Neto. Ele acrescentou que, embora não possa provar empiricamente, é possível que parte das surpresas de crescimento observadas recentemente seja atribuída a um ganho cumulativo de eficiência de várias reformas implementadas no passado.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado