Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Ações da Azul disparam após corretora elevar recomendação

Avião da Azul
Foto: Reprodução/Internet

No pregão desta quarta-feira (20), a ação da Azul (AZUL4) liderou as altas do Ibovespa, registrando um impressionante avanço de mais de 11%. A valorização foi impulsionada pela recomendação de compra feita pelo Goldman Sachs, que elevou o preço-alvo do papel da companhia aérea para R$ 29, superando os R$ 24,30 anteriores.

O preço de fechamento da ação da Azul foi de R$ 15,50, representando um ganho significativo de 11,68%.

De acordo com o relatório do Goldman Sachs, a decisão de elevar a recomendação se baseia na identificação de uma assimetria positiva na expansão do Ebitda da Azul. Somado a um valuation descontado devido a correções no preço da ação, que sofreu uma queda de cerca de 35% nos últimos três meses.

Publicidade

O banco estrangeiro também destacou que a recente renegociação com arrendadores e detentores de títulos reduziu consideravelmente os riscos do balanço patrimonial da empresa aérea.

Além disso, o Goldman Sachs ressaltou que a Azul recentemente captou cerca de US$ 800 milhões com uma nota sênior garantida, somando-se aos R$ 2 bilhões em caixa e contas a receber relatados no segundo trimestre. Isso fortalece ainda mais o balanço da empresa, de acordo com a avaliação do banco.

O relatório conclui que a situação atual da Azul oferece uma oportunidade de compra, dado o ambiente competitivo racional no setor aéreo. Isso deve permitir o aumento dos preços nos próximos trimestres para compensar os custos mais elevados, incluindo o aumento no preço do querosene de aviação, que subiu 38% desde o final do segundo trimestre, seguindo a alta do petróleo. O Goldman Sachs acredita que a Azul demonstrou sua capacidade de manter o poder de fixação de preços.

Com a recomendação do Goldman Sachs, a Azul ganha destaque no mercado financeiro, atraindo a atenção de investidores em busca de oportunidades de crescimento em um setor desafiador.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado