Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

A remuneração de artistas no Spotify: o case de Luísa Sonza

Foto: Wesley Allen/ Divulgação The Town

Nesta quinta-feira (21), a faixa ” Chico” está se aproximando dos 30 milhões de reproduções na plataforma, consolidando-se como a música de maior destaque do álbum “Escândalo Íntimo” (2023).

O impacto notável no Spotify nas últimas 24h

Na quarta-feira (20), quando a cantora anunciou em rede nacional o fim do relacionamento e a traição de Chico, sua declaração de amor na forma de música ocupava a 9ª posição entre as músicas mais tocadas no Spotify Brasil. Sendo assim, a faixa subiu incríveis 5 posições, agora ocupando o 4º lugar, com um total de 1,045,256 reproduções nas últimas 24 horas.

Em termos práticos, estima-se que o total de streaming no período mencionado tenha gerado a quantia de US$ 4.149,66. Na cotação desta quinta, isso significa um montante de pouco mais de R$20.400,00. No acumulado, a música já rendeu um impacto notável no Spotify com cerca de R$520 mil desde seu lançamento no fim do mês passado.

Publicidade

Como funciona a remuneração no Spotify?

Ao colocar suas músicas no Spotify, os artistas recebem pagamento por cada reprodução de sua obra com base em royalties. O valor exato do royalty não é divulgado publicamente pelo Spotify, mas estima-se que seja algo em torno de US$ 0,00397 por reprodução.

Atualmente, o Spotify é a maior plataforma de streaming de música do mundo e soma 48% de todas as reproduções em serviços de streaming de música. Isso significa que os artistas que estão no Spotify têm uma grande oportunidade de ganhar dinheiro com suas músicas.

De acordo com o relatório “Loud & Clear”, o streaming respondeu por mais de 20% de toda a receita de gravações de música globalmente. Além disso, o Spotify relatou ter pago mais de US$ 40 bilhões aos detentores de direitos autorais até 2022.

 

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado