Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Banco Chase, do JPMorgan, proíbe transações de criptomoedas no Reino Unido

O Banco Chase, pertencente ao JPMorgan, anunciou que irá proibir transações envolvendo criptomoedas realizadas por clientes no Reino Unido a partir de 16 de outubro. A decisão foi tomada devido ao aumento significativo de casos de fraudes e golpes relacionados a criptomoedas, informou a empresa nesta terça-feira.

Um porta-voz do banco afirmou: “Observamos um aumento no número de golpes envolvendo criptomoedas direcionados aos consumidores do Reino Unido, e, por isso, decidimos impedir a compra de ativos de criptomoeda com um cartão de débito Chase ou a transferência de dinheiro para um site de criptomoedas a partir de uma conta Chase.”

Com essa medida, o Banco Chase se une a outros bancos do Reino Unido que também impuseram restrições ao acesso de clientes a criptomoedas. Isso se deve às contínuas preocupações com seu uso em golpes online promovidos por criminosos.

Publicidade

Nos últimos dois anos, o JPMorgan atraiu mais de 1,6 milhão de clientes para seu banco de varejo Chase. A conquista se deu por meio de seu serviço baseado em aplicativo no Reino Unido. Além disso, o banco planeja expandir seus serviços bancários para consumidores para outros mercados internacionais no futuro.

O Banco Chase comunicou a mudança de política planejada aos clientes por e-mail na manhã desta terça-feira, conforme confirmado pela instituição bancária. A Coindesk, mídia especializada em criptomoeda, já tinha anunciado a decisão na manhã desta terça (26).

Em março, o NatWest (NWG.L) introduziu novos limites diários e mensais para que os clientes enviem fundos às exchanges de criptomoedas. Dessa forma, a empresa estabelece o objetivo de proteger os consumidores contra atividades fraudulentas envolvendo criptomoedas.

No ano passado, o banco espanhol Santander anunciou medidas para proteger seus clientes no Reino Unido de golpes, incluindo o bloqueio de pagamentos em tempo real para exchanges de criptomoedas.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado