Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 607,9 milhões em agosto

Tesouro Informa: Dívida pública federal
Foto: Divulgação/Tesouro Nacional

O mercado financeiro tem mostrado um claro indicativo de onde os investidores estão colocando seu dinheiro. Em agosto deste ano, as vendas de títulos do Tesouro Direto superaram os resgates em notáveis R$ 607,9 milhões. Ao total, as vendas alcançaram R$ 3,659 bilhões, enquanto os resgates ficaram em R$ 3,051 bilhões.

Destes resgates, R$ 2,835 bilhões correspondem a recompras de títulos públicos e R$ 216,2 milhões são relacionados a vencimentos. Este último ocorre quando o prazo do título expira e o governo precisa realizar o pagamento ao investidor com o acréscimo de juros.

A preferência dominante entre os investidores? Títulos corrigidos pela Selic, a taxa básica de juros. Eles compreenderam impressionantes 66,2% do total vendido. Não é de se estranhar, dada a alta da taxa Selic desde março de 2021, passando de um histórico 2% ao ano para 13,75% ao ano.

Publicidade

Apesar de uma recente iniciativa do Banco Central em reduzir a Selic em agosto, a procura pelo título permanece alta. Há, também, uma demanda considerável por títulos vinculados à inflação, representando 22% das vendas, e os prefixados, que atingiram 11,8%.

No que tange ao estoque do Tesouro Direto, em agosto, o montante chegou a R$ 121,6 bilhões, demonstrando crescimento em relação ao mês anterior e ao ano passado, com incrementos de 1,4% e 23,8%, respectivamente.

Para quem deseja consultar o balanço completo do Tesouro Direto, ele está disponível no site oficial do Tesouro Nacional.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado