EUA: maior crescimento de emprego em 8 meses

Os Estados Unidos registraram, em setembro, o maior crescimento no emprego em oito meses, com contratações se expandindo em diversos setores.
Foto: Pixabay

Os Estados Unidos registraram, em setembro, o maior crescimento de emprego em oito meses, com contratações se expandindo em diversos setores. Isso indica a contínua robustez do mercado de trabalho, o que pode levar o Federal Reserve a considerar novos aumentos nas taxas de juros, apesar da desaceleração no crescimento salarial.

Contudo, o aumento nas folhas de pagamento foi inesperado, considerando que a expectativa era de desaceleração. O aumento nas folhas de pagamento não agrícolas do mês passado veio acompanhado por uma revisão substancial nas contagens de empregos de julho e agosto. Conforme relatado pelo Departamento de Trabalho em seu relatório de emprego, a tese de que a atividade econômica ganhou força no terceiro trimestre foi fortalecida.

A resistência do mercado de trabalho e da economia sugere que a política monetária permanecerá restritiva por algum tempo. Nesse cenário, vale lembrar que a situação se mantém mesmo após 18 meses de aumentos nas taxas pelo banco central dos EUA. O relatório também destaca o aumento nas vagas de emprego e a queda nas solicitações de seguro-desemprego em setembro. No entanto, os mercados financeiros e a maioria dos economistas acreditam que o ciclo de aumentos das taxas de juros pelo Fed provavelmente tenha chegado ao fim. Ou seja, o recente aumento nos rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA a longo prazo está impactando a política monetária.

“O aumento no emprego, o baixo número de pedidos de seguro-desemprego e o aumento nas vagas de emprego mantêm viva a possibilidade de o Fed elevar as taxas mais uma vez neste ano”, afirmou Kathy Bostjancic, economista-chefe da Nationwide.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado