EUA pressiona Banco Mundial

O Banco Mundial divulgou no mês passado propostas que aumentariam seus empréstimos para países em desenvolvimento em US$ 100 bilhões adicionais ao longo de uma década.
Foto: Divulgação

O Departamento do Tesouro dos EUA está pressionando o Banco Mundial e bancos multilaterais regionais para concluir o trabalho de analise em novas regras, visando alavancar o capital exigível. Ou seja, o compromisso dos acionistas em fornecer recursos adicionais em casos de problemas financeiros graves, com o objetivo de aumentar a capacidade de empréstimo até abril de 2024.

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, tem defendido reformas para expandir os empréstimos do Banco Mundial por um ano, após uma revisão por um painel de especialistas concluir que instituições, acionistas governamentais e agências de classificação de crédito estavam excessivamente cautelosos em relação aos riscos financeiros.

Alguns especialistas argumentam que as economias em desenvolvimento e emergentes precisam de US$ 2,4 trilhões por ano para enfrentar os desafios climáticos globais, um valor muito superior ao financiamento atualmente disponível. O Banco Mundial anunciou um aumento de US$ 100 bilhões em seus empréstimos para países em desenvolvimento ao longo de uma década, como parte das mudanças para incluir a mudança climática em sua missão.

Além disso, o departamento de Tesouro dos EUA elaborou termos de referência sobre o capital exigível para o Banco Mundial e os bancos multilaterais regionais de desenvolvimento, pedindo às instituições que criem grupos de trabalho e realizem testes para tomar decisões sobre o assunto na primavera de 2024.

Uma avaliação independente encomendada pela Fundação Rockefeller concluiu que os principais órgãos de empréstimo do Banco Mundial poderiam aumentar os empréstimos para quase US$ 900 bilhões, à medida que as agências de classificação modificassem seus procedimentos sobre o capital exigível.

Espera-se que o Banco Mundial aprove uma nova declaração de visão durante as reuniões anuais do Fundo Monetário Internacional e Banco Mundial em Marrakech, Marrocos, esta semana.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado