Pesquisar
Close this search box.

IGP-M em dezembro de 2023: queda anual de 3,18%

Em dezembro de 2023, o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) registrou uma variação de 0,74%, mostrando aumento em relação ao mês anterior, quando apresentou alta de 0,59%. Entretanto, no acumulado de janeiro a dezembro, o índice acumulou queda de 3,18%. Esta é a menor taxa desde o início da série histórica.

Os dados foram divulgados nesta quinta (28) pela Fundação Getúlio Vargas. Assim como o IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) de 2023 também teve queda. O Coordenador dos Índices de Preços da instituição, André Braz, destaca: “O IPA, índice que exerce a maior influência sobre o IGP-M, também registrou a menor taxa de variação de sua série histórica para os doze meses findos em dezembro, -5,60%”.

Em dezembro, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) teve aumento de 0,97%, superior à alta de novembro, de 0,71%. Destaque para o grupo de Bens Finais, com alta de 0,86%, impulsionada pelos alimentos in natura. No estágio das Matérias-Primas Brutas, houve aumento de 3,06% em dezembro, com contribuição significativa de minério de ferro, milho e soja. Por outro lado, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) fechou 2023 com alta de 3,40%, influenciado por gasolina, plano de saúde e aluguel residencial.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou em dezembro, registrando variação de 0,26%, comparado a 0,10% em novembro. Materiais e Equipamentos, Serviços e Mão de Obra apresentaram variações no período.

O que é IGP-M?

Em resumo, o IGP-M é um indicador que acompanha as variações de preços no Brasil ao longo do ano. Seu propósito é fornecer uma alternativa confiável para monitorar a evolução dos valores na economia de maneira abrangente. Instituído em 1940, o IGP-M é calculado mensalmente pela FGV, abrangendo desde as flutuações nos preços de matérias-primas agrícolas e industriais até produtos e serviços destinados ao consumidor final. Além de proporcionar uma visão macroeconômica, o IGP-M exerce influência em diversos setores e pode, por consequência, refletir nos investimentos.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado