Bolsa de valores: confira o fechamento nos países europeus

Bolsa união europeia
Imagem: Pexels

As bolsas de valores europeias encerraram a segunda-feira (29), sem um sinal claro, refletindo a cautela dos investidores diante da iminente divulgação de importantes indicadores econômicos na região durante a semana. Um dos números mais aguardados é o Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro, que pode confirmar uma recessão.

Além disso, a decisão iminente do Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, também contribuiu para manter os investidores em compasso de espera. A incerteza quanto à política monetária norte-americana impacta diretamente os mercados globais.

Portanto, um dos destaques do dia foi a Holcim, o grupo suíço de materiais de construção. A empresa anunciou os planos para realizar uma cisão dos negócios na América do Norte, como parte de uma estratégia para criar valor para os acionistas e partes interessadas. As ações da Holcim subiram significativamente, encorajadas pela notícia.

Desse modo, confira o fechamento das bolsas do Inglaterra e ações de empresa da Suíça
Londres, Inglaterra

O índice FTSE 100 teve uma pequena queda de 0,03%, fechando aos 7.632,74 pontos.

Zurique, Suíça

As ações da Holcim subiram 4,77% em resposta ao anúncio da cisão dos negócios da Holcim.

A empresa suíça explicou que pretende listar os negócios na América do Norte no mercado de capitais dos EUA, buscando impulsionar o crescimento em um mercado em rápida expansão e desbloquear valor para todos os envolvidos. A parte separada dos negócios pode atingir um valor estimado de até US$ 30 bilhões, de acordo com a Dow Jones Newswires.

Bolsas de valores de países da União Europeia
Frankfurt, Alemanha

O DAX recuou 0,12%, atingindo 16.941,71 pontos.

Paris, França

O CAC-40 registrou um ganho modesto de 0,09%, fechando aos 7.640,81 pontos.

Madri, Espanha

O Ibex-35 teve uma baixa de 0,47%, fechando aos 9.890,30 pontos;

Lisboa, Portugal 

O PSI 20 perdeu 0,36%, encerrando aos 6.252,96 pontos;

Milão, Itália

O FTSE MIB recuou 0,48%, fechando aos 30.233,61 pontos.

Ponto positivo – Irlanda 

A empresa que chamou a atenção foi a Ryanair, a companhia aérea de baixo custo da Irlanda. Mesmo após anunciar uma queda nos lucros e ajustar as projeções para o ano, as ações da Ryanair tiveram um desempenho resiliente, avançando 2,51%. Além disso, a empresa projetou um lucro ajustado entre 1,85 bilhão e 1,95 bilhão de euros para o ano fiscal de 2023, que se encerra em março de 2024. Portanto, um resultado 3% abaixo das estimativas.

Segundo análises do JPMorgan, a revisão para baixo das projeções não altera a perspectiva de médio prazo da empresa e sua capacidade de crescimento nos lucros até o ano fiscal de 2025. No entanto, no último trimestre de 2023, correspondente ao terceiro trimestre do ano fiscal, a companhia viu seus lucros caírem 93% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado