Super Bowl 2024: mil jatinhos, luxo e emissões de carbono

Super Bowl 2024: mil jatinhos, luxo e emissões de carbono
(Foto: Reprodução/Wikipédia).

Las Vegas, conhecida por seus excessos, prepara-se para receber o maior evento esportivo anual dos Estados Unidos: o Super Bowl 2024. A cidade, com suas luzes e festas, está pronta para acolher em média 450 mil visitantes. Este ano, a expectativa é de que cerca de 1.000 aviões particulares cheguem aos aeroportos locais, uma marca que não só sublinha o luxo do evento, mas também levanta questões sobre as emissões de carbono associadas.

As autoridades preveem que o Super Bowl deste ano possa alcançar o mesmo nível do Grande Prêmio de Las Vegas em novembro, evento para o qual a WingX registrou 927 chegadas de jatos executivos nos três aeroportos da cidade.

Benjamin Leffel, da Universidade de Nevada, destaca que as emissões de carbono de eventos de grande escala como o Super Bowl podem ser altas, especialmente em termos de tráfego aéreo e uso de energia. A projeção de aviões particulares supera os números dos anos anteriores, com o Super Bowl 2024 servindo como uma das principais atrações para este tipo de viagem nos Estados Unidos.

Marketing e magia no grande jogo

A NFL relatou uma audiência global de 56 milhões de pessoas em 2023. A visibilidade global do evento leva as marcas a investirem pesadamente em publicidade. Os custos de anúncios chegam a valores exorbitantes para apenas trinta segundos de exibição.

O Allegiant Stadium, palco do grande jogo, é uma maravilha moderna e sustentável. Inaugurado em 2020, este estádio é um dos mais caros e avançados do mundo, destacando-se pela sua construção fechada, climatizada e alimentada por energia renovável. Dentro do estádio, as suítes e camarotes de luxo são altamente disputados, oferecendo um menu diversificado e serviços exclusivos para os espectadores.

Um aspecto interessante deste ano é o chamado ‘efeito Taylor Swift’, que tem aumentado o interesse pelo evento devido ao namoro da cantora com Travis Kelce, do Kansas City Chiefs. Isso impulsionou as vendas de camisas do jogador e atraiu novos patrocinadores, como a Dove, que retorna ao Super Bowl com anúncios após uma pausa.

O cantor Usher liderará o show do intervalo, que não oferece cachê aos artistas. A programação inclui também a partida entre o Kansas City Chiefs e o San Francisco 49ers. O evento terá ampla transmissão, abrangendo cobertura na TV aberta e fechada, assim como streaming no Brasil.

Em resumo, neste ano, o Super Bowl reforça seu status como um evento de prestígio no esporte e na cultura pop. Além disso, destaca questões importantes sobre sustentabilidade e impacto ambiental, refletindo as complexidades de realizar um evento de tal magnitude.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado