Crescimento do setor de shoppings foi modesto em 2023

Foto: Divulgação

O ano passado marcou um crescimento de 1,5% para o mercado de shopping centers, uma taxa que ficou aquém das projeções iniciais de 14%, conforme dados da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Este aumento levou o faturamento bruto da categoria para cerca de R$ 195 bilhões, superando os números pré-pandemia de 2019, que registravam R$ 192 bilhões.

Expansão e Investimentos Futuros

Para o ano corrente, a expectativa é que o faturamento veja um aumento de 4%, aproximando-se de R$ 200 bilhões, com a projeção de abertura de 8 a 10 novos empreendimentos no país. Este otimismo no crescimento do setor de shoppings é após a inauguração de cinco novos empreendimentos no ano anterior.

Desafios e Recuperação

O desempenho mais fraco no segundo e terceiro trimestres impactou negativamente o ano de 2023, marcando a variação mais baixa desde o início da pandemia em 2020, quando as vendas tiveram uma queda de 33%.

Perspectivas da Abrasce

Glauco Humai, presidente da Abrasce, apontou para os desafios enfrentados pelo setor, incluindo a elevação da taxa de juros pós-metade de 2021, a falta de ganhos reais no salário mínimo, e o aumento da concorrência on-line, especialmente de plataformas asiáticas como a Shein, que afetaram o desempenho do setor, conforme publicado pelo Valor Econômico.

Impacto por Classe Social

O impacto variou entre as classes sociais, sendo mais negativo para empreendimentos voltados às classes C e D, que são mais sensíveis às flutuações econômicas. Em contrapartida, empresas focadas nas classes A e B, tanto de capital aberto quanto fechado, experimentaram uma expansão acima da média.

Resultados Regionais

Houve diferenças significativas nos resultados regionais, com empreendimentos no Centro-Oeste e Sudeste superando a média, com altas de 2,1% e 1,7%, respectivamente.

Taxa de Ocupação e Fluxo de Clientes

Em 2023, a taxa de ocupação atingiu 94,6%, um leve aumento em relação a 2022. No entanto, o setor ainda luta para recuperar o fluxo de clientes pré-pandemia, com o número médio de visitantes por mês chegando a 462 milhões em 2023, um aumento de 4,3% em relação a 2022.

O Futuro do Setor

A Abrasce prevê um crescimento do setor de shoppings contido para os próximos anos, com expectativas de manutenção do crescimento em um dígito médio. Ainda assim, há sinais de retomada de investimentos significativos, incluindo expansões de shoppings, como evidenciado pelos planos de investimento da Multiplan e da Allos.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado