Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Ações da Lyft sobem 67% após erro de digitação

ações da lyft
Concorrente da Uber disse que margem de lucro subiria 5% neste ano, quando na verdade a previsão era de 0,5% (Foto: Divulgação).

A Lyft, uma das principais concorrentes da Uber no mercado de transportes por aplicativo, enfrentou recentemente um episódio que causou agitação entre os investidores. A empresa anunciou incorretamente uma previsão de aumento em uma das métricas de margem financeira, um erro de digitação que sugeria um crescimento de 500 pontos-base, quando, na realidade, a expectativa era de um aumento de apenas 50 pontos-base. Esse equívoco gerou uma forte elevação das ações da Lyft.

Inicialmente, as ações da Lyft experimentaram um pico impressionante de 67% de valorização. Contudo, após a correção do erro, houve uma rápida normalização, com a empresa perdendo a maior parte dos ganhos iniciais. A situação exigiu uma intervenção direta da diretora financeira Erin Brewer, que, em uma teleconferência com analistas, esclareceu a confusão. Apesar desse contratempo, as ações da Lyft ainda fecharam o dia desta quarta-feira (14) com um aumento de mais de 35%, atingindo seu maior valor em um ano.

Desempenho financeiro

No contexto desse erro, a Lyft reportou um trimestre financeiro sólido. A empresa conseguiu reduzir suas despesas em 12% em 2023, uma estratégia que contribuiu para superar as estimativas médias de Wall Street. Além disso, a Lyft manteve sua participação de mercado, apesar da concorrência acirrada com a Uber. Além disso, a companhia anunciou que espera gerar um fluxo de caixa livre positivo pela primeira vez em 2024.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Volume de negociações

O erro de projeção financeira teve um impacto imediato no volume de negociações das ações da Lyft. Esse volume ultrapassou o triplo do volume médio diário em sessões regulares de mercado. Inclusive, esse aumento súbito na atividade de negociação chamou a atenção da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), que pode considerar uma revisão detalhada do incidente. Analistas do setor, como Dan Coatsworth da AJ Bell, especulam sobre possíveis multas para a Lyft, embora a aplicação de responsabilidades legais permaneça incerta. De acordo com Bobby Reddy, professor de direito societário e governança na Universidade de Cambridge, a responsabilidade sob as regulamentações de valores mobiliários pode não se aplicar a menos que seja comprovado que o erro foi cometido com conhecimento de causa ou com a intenção de enganar.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado