Pesquisar
Close this search box.

Odontoprev registra crescimento de lucro em 2023

OdontoPrev
(Foto: divulgação/Odontoprev)

A Odontoprev (ODPV3) apresentou um aumento de 33% no lucro líquido durante o quarto trimestre de 2023 em comparação com o mesmo período de 2022. Portanto, totalizou R$ 126,3 milhões, em contraste aos R$ 95 milhões registrados anteriormente.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) ajustado atingiu R$ 141,6 milhões. Um aumento anual de 10,2%. O crescimento resultou em uma elevação da margem Ebitda ajustada em 1,0 ponto percentual, alcançando 26%.

Com um incremento de 6,1%, a receita líquida do último trimestre de 2023 totalizou R$ 545,2 milhões em comparação com o mesmo período do ano anterior. Assim, as despesas operacionais atingiram R$ 122,5 milhões. Sendo assim, um aumento de 24% em relação a 2022.

O resultado financeiro líquido registrou um saldo positivo de R$ 18,5 milhões no quarto trimestre de 2023, o que representa um aumento de 9,7% em comparação ao mesmo período do ano anterior. No fechamento do ano fiscal de 2023, em 31 de dezembro, o caixa líquido da empresa alcançou R$ 992,1 milhões. Então, é um crescimento de 24,8% em relação a 2022.

Além dos resultados financeiros, a Odontoprev anunciou em reunião do Conselho de Administração a proposta de distribuição de dividendos para 2023 no valor de R$ 427 milhões, a ser submetida à Assembleia Geral em 3 de abril. Se aprovada, a remuneração total aos acionistas, incluindo Juros sobre Capital Próprio já pagos, chegará a R$ 510 milhões. Contudo, o valor é equivalente a 95% do lucro de R$ 537 milhões do exercício.

Recompra de ações

O Conselho de Administração também aprovou um novo Programa de Recompra de até 10 milhões de ações da companhia, representativas de 3,9% das ações em circulação no mercado. O objetivo é aumentar a produção de valor para os acionistas. Com duração de até 18 meses, o programa visa corrigir a discrepância entre o valor atual das ações e os fundamentos do modelo de negócios, ativos e perspectivas de retorno futuro e geração de resultados.

Adicionalmente, o Conselho aprovou a eleição de André Chidichimo de França para o cargo de Diretor Corporativo Estatutário, mantendo a responsabilidade pelas áreas do Jurídico, Compliance, Privacidade e Proteção de Dados e Oficial de Governança Corporativa.

Ao mesmo tempo, foi recebida a carta de renúncia de José Maria Benozatti ao cargo de Diretor Clínico-Operacional. Ele passará a prestar serviços de consultoria operacional para a Companhia. Portanto, vai manter a representação técnica na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e no Conselho Regional de Odontologia (CRO).

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado