Pesquisar
Close this search box.

LinkedIn divulga receita de assinaturas premium: US$ 1,7 bi

receita do Linkedin
(Foto: Airam Dato-on/Pexels)

Na última quinta-feira, o LinkedIn divulgou pela primeira vez o desempenho de suas assinaturas premium, reportando uma receita de US$ 1,7 bilhão em 2023. Esse desenvolvimento mostra a trajetória crescente da plataforma, e também a influência de ferramentas baseadas em inteligência artificial (IA) que estão presentes na rede social.

Sob a direção da Microsoft

Após sua aquisição pela Microsoft em 2016, o LinkedIn tem compartilhado poucos detalhes financeiros, mencionando apenas um faturamento total de US$ 15 bilhões no ano fiscal de 2023. Deste valor, US$ 7 bilhões vieram do software de recrutamento, mostrando a força do seu modelo de negócio.

Enfoque nas assinaturas premium

O esforço do LinkedIn em ampliar seu serviço de assinaturas premium, importante tanto para candidatos quanto para usuários em geral, reflete-se nos ganhos das assinaturas do LinkedIn. A introdução de novas funcionalidades de IA tem sido central para esse sucesso.

Contribuição da IA para usuários e crescimento

Dan Shapero, diretor de operações do LinkedIn, observou que o número de assinantes premium aumentou 25% em 2023. Dados indicam que 70% dos assinantes testaram as novas ferramentas de IA, com 90% reconhecendo sua utilidade. “O que sabemos é que, devido à incerteza na economia em geral, há pessoas que estão tentando garantir a capacidade de conseguir o melhor emprego possível e que os entusiasme.” declarou Dan.

Novidades em tecnologia e suporte ao candidato

Investimentos em IA generativa resultaram no lançamento de recursos como o ChatGPT para empregos e a IA Coach. Essas inovações são demonstrações do empenho do LinkedIn em oferecer soluções que aprimoram o processo de busca por empregos, tornando-o mais eficiente e ajudando cada vez mais o usuários a encontrarerm a vaga ideal.

LinkedIn e a vanguarda da tecnologia em recrutamento

A estratégia da empresa de incorporar tecnologias avançadas, como a IA, na sua plataforma trouxe resultados positivos. Isso não apenas reforçou seu crescimento financeiro com a receita do Linkedin em US$ 1,7 bilhão em 2023, mas também consolidou sua liderança como inovador no setor de recrutamento. À medida que a plataforma continua a integrar a IA, antecipa-se a definição de novos padrões de eficiência e personalização, beneficiando usuários e empresas.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado