Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Crescimento no mercado de trabalho brasileiro em janeiro

carteira trabalho
(Imagem: divulgação/Ministério do Trabalho)

O Brasil registrou um aumento na criação de empregos formais em janeiro, conforme revelado pelo último relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego nesta sexta-feira (15).

No período, as empresas abriram 180.395 vagas formais, superando consideravelmente as expectativas dos analistas, que projetavam a criação de 90.000 empregos. O resultado também reflete um crescimento em relação ao mesmo período do ano anterior, quando as empresas geraram 90.031 empregos.

O mercado de trabalho formal registrou um total de 2,068 milhões de admissões e 1,887 milhão de desligamentos em janeiro, contribuindo para o saldo positivo no emprego.

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

Os setores de serviços e indústria foram os principais impulsionadores da criação de vagas, com 80.587 e 67.029 postos de trabalho criados, respectivamente. Além disso, a construção e a agropecuária também contribuíram positivamente, com a abertura de 49.091 e 21.900 empregos, respectivamente.

Entretanto, o comércio registrou um saldo negativo, com 38.212 empregos formais perdidos durante o período.

A maior parte das Unidades Federativas apresentou saldos positivos em janeiro, sendo São Paulo o destaque, com a criação de 38.499 postos de trabalho. Por outro lado, o estado do Maranhão teve o menor saldo, com o fechamento de 831 vagas formais.

Além do aumento na criação de empregos, houve também um aumento no salário médio real de admissão, que subiu para 2.118,32 reais, representando um aumento real de 3,38% em relação ao mês anterior.

 

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado