Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Ubérrima: por que cidade mineira lançou a própria moeda

Ubérrima: por que cidade mineira lançou a própria moeda
(Foto: Jarbas Franco/Prefeitura de Resplendor).

Uma cidade no interior de Minas Gerais, chamada Resplendor, iniciou a circulação de sua própria moeda, a Ubérrima, com objetivo de dinamizar a economia local. Este mês, os moradores começaram a usar as novas cédulas, com valores de 1 a 20 Ubérrimas, sendo cada uma equivalente a um real brasileiro.

O projeto, uma parceria da Prefeitura Municipal de Resplendor e o Sebrae Minas Gerais, marca uma iniciativa pioneira no país. O investimento inicial foi de R$ 80 mil para a produção de 70 mil cédulas. As notas contêm imagens do Rio Doce e outros ícones locais, destacando a identidade regional.

O PIB per capita de Resplendor, segundo dados de 2021 do IBGE, era de R$ 15.972,45. A introdução da moeda local visa aprimorar esse cenário econômico, permitindo maior controle sobre a circulação de riqueza dentro do município.

conteúdo patrocinado

A prefeitura e o Sebrae apontam que a criação da Ubérrima pode ajudar a manter a riqueza na cidade, incentivando os residentes a gastar dentro do próprio município e aumentando as transações comerciais locais. As novas cédulas foram projetadas para facilitar a troca de moeda no comércio, um dos pilares da economia de Resplendor.

UBÉRRIMA
(Foto: Jarbas Franco/Prefeitura de Resplendor).

Nos primeiros seis meses, a prefeitura informou que as notas em circulação já totalizam o valor de Ub$ 300 mil. Para garantir a confiança e a segurança da moeda, foram depositados R$ 300 mil no Fundo Monetário Municipal, que serve de lastro para a Ubérrima.

O prefeito de Resplendor, Diogo Scarabelli, explicou que as novas cédulas também serão utilizadas para o pagamento de benefícios sociais locais, como cestas básicas, e serão aceitas sem taxas de câmbio para conversão em reais. “Queremos incentivar nossos cidadãos a utilizar a Ubérrima para suas compras diárias, o que fortalece nossos comerciantes locais”, explicou.

Atualmente, cerca de 50 estabelecimentos em Resplendor aceitam a Ubérrima. Esses locais oferecem vantagens como descontos e programas de fidelidade para quem usa a moeda local, aumentando assim a aceitação e o uso contínuo da mesma.

A prefeitura planeja expandir a aceitação da moeda, incluindo iniciativas sociais e projetos educacionais que utilizem a Ubérrima. Além disso, estão sendo discutidas possibilidades com agências bancárias locais para que a moeda possa ser eventualmente depositada em contas bancárias.

Outra cidade mineira, Mato Verde, já considera adotar uma estratégia semelhante nos próximos meses, inspirada pelo sucesso inicial em Resplendor.

O nome “Ubérrima” foi escolhido através de um concurso público e é uma referência à fertilidade e abundância, características citadas no hino do município. A escolha do nome reflete o espírito comunitário e a riqueza cultural local.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado