Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Petrobras anuncia redução potencial no preço do gás natural

Petrobras anuncia redução potencial no preço do gás natural
(Foto: Geraldo Falcão/Agencia Petrobras).

A Petrobras anunciou mudanças nos contratos de venda de gás natural canalizado, que poderão resultar na redução do preço do combustível para distribuidoras estaduais e consumidores livres. A estatal destacou que as alterações não se aplicam ao gás liquefeito de petróleo (GLP), popularmente conhecido como gás de cozinha, vendido em botijões ou a granel.

Para as distribuidoras estaduais, a Petrobras introduziu um mecanismo que pode diminuir os preços nos contratos vigentes. A empresa estima que, dependendo do volume contratado, os valores poderão cair até 10%. Desde o início de 2023, os preços para essas distribuidoras já registraram um declínio acumulado de 25%.

 

conteúdo patrocinado

Além disso, a Petrobras lançou uma nova carteira de produtos de venda para os consumidores livres, prometendo condições mais personalizadas e competitivas. Esses consumidores têm autorização para comprar gás diretamente dos produtores, importadores ou comercializadores, sem precisar das distribuidoras estaduais.

Apesar das novas condições, a redução nos custos não será necessariamente refletida diretamente nos preços finais pagos pelos consumidores residenciais ou comerciais. O valor final inclui outros custos, como transporte, portfólios de suprimento, margens de lucro das distribuidoras e tributos federais e estaduais.

 

Em 1º de maio, os preços do gás natural para distribuidoras haviam sido reduzidos em média 1,5% comparado ao trimestre anterior, de fevereiro a abril. A Petrobras ressaltou que essas mudanças permitirão uma redução adicional do valor cobrado pela molécula de gás vendida às distribuidoras, que já acumula uma queda de 25% desde o início de 2023.

Sobre o novo portfólio de produtos para consumidores livres, a Petrobras explicou que será “em condições mais customizadas e competitivas”. A empresa afirmou que essa abordagem reforça seu compromisso em expandir e fortalecer o mercado livre, tornando-o mais líquido, competitivo e diversificado.

As reduções de preço dependem, em última instância, dos contratos e dos volumes movimentados pelas distribuidoras, variando conforme cada acordo. A Petrobras também informou que essas iniciativas visam intensificar sua presença no processo de abertura de mercado, beneficiando tanto os consumidores finais quanto o setor energético como um todo.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado