Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Desenrola Pequenos Negócios inicia nesta segunda (13)

Programa Desenrola Pequenos Negócios. (Imagem: RDNE Stock Project/Pexels)
Programa Desenrola Pequenos Negócios. (Imagem: RDNE Stock Project/Pexels)

A partir da próxima segunda-feira (13), microempreendedores individuais (MEIs) e empresas de micro e pequeno porte contarão com um novo recurso para renegociar dívidas. O programa Desenrola Pequenos Negócios, criado em parceria entre a Febraban, o Ministério da Fazenda, e o Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte, visa proporcionar um alívio financeiro para empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano.

Benefícios e impacto do programa

Isaac Sidney, presidente da Febraban, destacou a importância do timing do programa: “Chega em um momento oportuno, permitindo uma injeção de recursos para as empresas em situação vulnerável”. O programa promete não apenas ajudar as empresas a reorganizar suas finanças, mas também manter suas operações funcionando sem interrupções.

Programa Desenrola Pequenos Negócios: como funciona a renegociação?

Os interessados em participar do programa deverão contatar suas instituições financeiras através dos canais oficiais de atendimento (agências, internet ou aplicativo) para explorar as condições especiais de renegociação oferecidas. Cada banco participante definirá individualmente as condições de renegociação, permitindo flexibilidade e ajuste às necessidades específicas de cada empresa.

conteúdo patrocinado

Leia também:

Desenrola Pequenos Negócios: portaria define regras de renegociação

Alertas e precauções

A Febraban alerta as empresas para buscarem informações apenas nos canais oficiais dos bancos participantes. Qualquer oferta fora desses canais deve ser tratada com desconfiança, garantindo segurança no processo de renegociação.

Panorama maior do Desenrola Brasil

O Programa Desenrola Pequenos Negócios é parte do Desenrola Brasil, que já beneficiou 15 milhões de brasileiros e possibilitou a renegociação de cerca de R$ 50 bilhões em dívidas.

Apoio governamental e projeções futuras

No evento de lançamento, o ministro do Empreendedorismo, Márcio França, ressaltou a importância da iniciativa: “É um passo crucial para apoiar a revitalização de pequenas empresas”. Além disso, o secretário de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda, Marcos Barbosa Pinto, destacou a eficácia do programa: “Por cada real investido pelo governo no Desenrola, renegociamos R$ 25 em dívidas”.

Os quatro eixos do Programa Desenrola Pequenos Negócios

O Programa Desenrola Pequenos Negócios é estruturado em torno de quatro eixos principais, cada um desenhado para abordar diferentes aspectos das necessidades financeiras de microempreendedores individuais (MEIs), microempresas e empresas de pequeno porte.

  1. Acredita no primeiro passo: focado em microcrédito para indivíduos do CadÚnico, oferecendo até R$ 80 mil em linhas de crédito, com metade dos recursos destinados a mulheres.
  2. Acredita no seu negócio: permite que dívidas inadimplentes com o Pronampe sejam convertidas em crédito presumido para uso futuro, facilitando o alívio financeiro e o reinvestimento nos negócios.
  3. Acredita no crédito imobiliário: aumenta a liquidez do mercado imobiliário por meio da Emgea, que adquire créditos e títulos para facilitar o acesso ao financiamento imobiliário.
  4. Eco Invest Brasil: atrai capital privado estrangeiro para projetos sustentáveis, oferecendo soluções de proteção cambial para investimentos internacionais.
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado