Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Evino expande com franquias e amplia presença física

Evino aposta em franquias. (Imagem: Divulgação/Linkedin)
Evino aposta em franquias. (Imagem: Divulgação/Linkedin)

A Evino, parte do Víssimo Group, está se expandindo para o setor de franquias, visando ampliar sua presença física. A empresa, que se destacou na venda online de vinhos, agora quer conquistar o mercado de lojas físicas. Segundo Ari Gorenstein, co-CEO do Víssimo Group e co-founder da Evino, a marca busca chegar a 30 pontos físicos até o final do ano.

Crescimento do consumo de vinhos no Brasil

O consumo de vinhos no Brasil tem mostrado crescimento. De acordo com a Ideal Consulting, o consumo médio per capita aumentou de 1,8 litro em 2019 para 2,7 litros em 2022. Atualmente, existem 44 milhões de consumidores de vinhos no país, o dobro do que havia em 2010.

Franquias da Evino

A primeira unidade física da Evino foi aberta em 2022. Agora, a empresa possui nove lojas, sendo cinco próprias e quatro franquias, principalmente em São Paulo. “A presença física reforça o digital e vice-versa”, afirma Gorenstein. O modelo de franquia é visto, portanto, como uma oportunidade para ampliar a atuação da marca.

conteúdo patrocinado

Leia também:

Franquias aumentam faturamento no primeiro trimestre

Víssimo Group e fusão de marcas

Em 2022, após a fusão das marcas Evino e Grand Cru, foi criado o Víssimo Group. A holding surgiu durante a integração das equipes, com apoio da consultoria Thymus. Além disso, a empresa recebeu um aporte de R$ 650 milhões da Vinci Partners, com participação do Grupo JCR e da XP Private, para expandir marcas e realizar novas aquisições.

Lojas como centro de distribuição

As lojas físicas da Evino também funcionam como winebars, oferecendo eventos e degustações. Gorenstein destaca que essas lojas futuramente servirão como centros de distribuição para as vendas online da Evino. Nesse sentido, a estratégia visa aumentar a rentabilidade dos franqueados e a agilidade nas entregas do e-commerce.

Desafios e público jovem

A atratividade para a geração Z é um dos desafios do setor de vinhos. Dados do Relatório Covitel mostram que o consumo de álcool entre jovens de 18 a 24 anos caiu após a pandemia. “A loja física tem papel fundamental para atrair novos consumidores e ajudar na educação da vinicultura”, diz Gorenstein.

Investimento e tipos de lojas

As franquias da Evino variam em tamanho: PP (22 metros quadrados), P (até 40 metros quadrados) e M (até 50 metros quadrados). O investimento inicial para os franqueados varia de R$ 230 mil a R$ 630 mil, com previsão de retorno em até 36 meses. A estratégia projeta ampliar, portanto, o mercado além do eixo Rio-São Paulo, fortalecendo a marca em todo o país.

Mercado de vinhos no Brasil

O Brasil é um dos dez principais mercados de bebidas do mundo, com vendas anuais de 11 bilhões de dólares, segundo a IWSR. Consequentemente, o aumento no consumo de vinhos reflete uma mudança no comportamento dos consumidores, que durante a pandemia começaram a beber vinho em ocasiões mais variadas e mantiveram esse hábito.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado