Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Movimentação no iFood e Prosus: Bloisi sai, Barreto assume

Movimentação ocorre em julho; novas lideranças no iFood e Prosus

Fabricio Ploisi e Prosus. (Foto: Divulgação/iFood)
Fabricio Ploisi e Prosus. (Foto: Divulgação/iFood)

Na última sexta-feira (17), Fabricio Bloisi, fundador da Movile e CEO do iFood, anunciou sua saída para assumir a liderança da Prosus. A holding de investimentos em tecnologia controla a Movile e é avaliada em mais de US$ 95 bilhões na Bolsa de Amsterdã. Diego Barreto, vice-presidente de Finanças e Estratégia, será o novo CEO do iFood.

Transição

A partir disso, Bloisi substituirá Bob van Dijk, que renunciou em setembro de 2023 após quase oito anos no cargo. A transição ocorrerá em julho, quando Bloisi assumirá oficialmente. Analogamente, Ervin Tu, CEO interino da Prosus desde a saída de Van Dijk, ocupará o cargo de presidente e diretor de investimentos.

Fabricio Bloisi e histórico da Prosus

A Prosus foi criada em 1997 como um spinoff da Naspers, a empresa de mídia sul-africana. De tal modo, a decisão de separar os ativos de tecnologia da Naspers resultou na criação da Prosus, que hoje tem um portfólio de mais de 100 empresas em diversos países, com foco em mercados emergentes como Brasil, China e Índia.

Publicidade

Além disso, a Prosus é uma das maiores investidoras em tecnologia do mundo. Seu portfólio inclui a Tencent, conglomerado chinês dono do WeChat, e a Meituan, gigante chinesa de food delivery. A Prosus investe na PayU, maior fintech da Índia, na OLX e na Delivery Hero, líder de food delivery na Alemanha. No Brasil, a Prosus controla a Creditas, Sympla e Kovi.

A importância do iFood

O iFood é o terceiro maior investimento da Prosus, atrás apenas da Tencent e da Meituan. Nesse contexto, a empresa é líder no mercado brasileiro de delivery de alimentos e processa mais de 70 milhões de pedidos por mês. Ademais, com mais de 6 mil funcionários, o iFood é uma peça-chave na estratégia da Prosus para o mercado de food delivery.

Leia também:

Carreira de Fabricio Bloisi

Fabricio Bloisi fundou a Movile e tem liderado o iFood desde 2013. Sob sua liderança, o iFood cresceu de uma startup com 20 funcionários para uma das maiores empresas de delivery de alimentos do mundo. Além disso, Bloisi possui um mestrado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e cursos nas universidades de Harvard e Stanford.

Koos Bekker, presidente da Prosus e Naspers, destacou as habilidades de Bloisi em comunicado. “Ele tem uma combinação de visão, profunda experiência operacional e forte disciplina. É esse conjunto de habilidades que o conselho acredita que o torna a pessoa certa para nos liderar agora”, afirmou Bekker.

Estrutura da Prosus

A Prosus está listada na bolsa de valores de Amsterdã desde 2019. Nesse contexto, a holding tem foco em cinco áreas principais: delivery de alimentos, anúncios, educação, fintechs e capital de risco. Atualmente, a Prosus tem um valor de mercado de US$ 105,8 bilhões, com investimentos em mais de 100 países.

Em entrevista após o anúncio de sua nomeação, Bloisi expressou orgulho pelo sucesso do iFood. Ele atribuiu o êxito, nesse sentido, à dedicação da equipe e aos investimentos disciplinados em inovação. “Essa combinação está no meu DNA, e estou animado para trazê-la para o meu novo papel como CEO da Prosus e Naspers”, declarou.

Contexto histórico

A relação entre Prosus e Movile começou há quase duas décadas, quando a Prosus fez seu primeiro aporte na Movile em 1998. Desde então, a Prosus tem expandido seus investimentos no Brasil, controlando a Movile e, posteriormente, adquirindo o iFood. Por fim, a Movile, fundada por Bloisi, cresceu rapidamente com o avanço da telefonia móvel e se tornou referência em mobile commerce na América Latina.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado