Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Bolsas da Europa fecham em queda com cautela do Fed

Setor de viagens e saúde lideram perdas

Europa - Euro - Europeia - Bolsas Europeias
(Imagem: Pixabay)

As bolsas da Europa fecharam em queda nesta terça-feira (28), influenciadas pela expectativa de dados globais sobre a inflação e pelos comentários cautelosos de um membro do Federal Reserve (Fed) dos Estados Unidos.

O presidente do Fed de Minneapolis, Neel Kashkari, afirmou em entrevista à CNBC que o banco central dos EUA deve esperar por um progresso importante na inflação antes de considerar a redução das taxas de juros. Assim, o posicionamento trouxe um tom de cautela aos investidores, afetando negativamente os mercados.

O índice pan-europeu STOXX 600 encerrou o dia com queda de 0,60%, atingindo 519,08 pontos. É a maior queda percentual em um único dia em um mês. As ações do setor de viagens e lazer lideraram as perdas, com uma queda de 2,8%, seguidas pelo setor de saúde, que recuou 1%. Em contrapartida, o setor imobiliário registrou uma alta de 0,7%.

Publicidade

Nesta semana, os investidores acompanham atentamente os dados de preços ao consumidor de maio na zona do euro, que terão divulgação na sexta-feira. Além disso, as leituras individuais de inflação da Alemanha, Espanha e França também estão no radar, podendo influenciar as decisões futuras do Banco Central Europeu (BCE).

O BCE está prestes a flexibilizar as taxas de juros na próxima reunião, com apostas indicando uma probabilidade de mais de 91% de um corte, conforme dados do LSEG. Nos Estados Unidos, os operadores veem 50% de chance de que o primeiro corte nos juros do Fed ocorra em setembro, de acordo com a ferramenta FedWatch da CME.

Desempenho dos índices locais

Em Londres, o índice Financial Times recuou 0,76%, fechando a 8.254,18 pontos. Frankfurt viu o índice DAX cair 0,52%, terminando em 18.677,87 pontos. Paris registrou uma queda de 0,92% no índice CAC-40, que encerrou a 8.057,80 pontos. Em Milão, o índice Ftse/Mib desvalorizou-se 0,29%, para 34.659,55 pontos. Madri teve o índice Ibex-35 registrando baixa de 0,44%, a 11.276,00 pontos, enquanto Lisboa viu o índice PSI20 desvalorizar-se 0,40%, terminando a 6.910,19 pontos.

Também nesta semana, as autoridades divulgarão na sexta-feira o índice PCE dos EUA, indicador de inflação preferencial do Fed. O dado é importante para avaliar a possibilidade de cortes nas taxas de juros ainda este ano.

Leia mais:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado