Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Arábia Saudita planeja venda bilionária de ações da Aramco

Venda pode elevar fundos para diversificação econômica

ações aramco
Campo de Shaybah, da Saudi Aramco (Foto: Divulgação/Aramco).

A possibilidade de a Arábia Saudita confirmar a venda de pelo menos US$ 10 bilhões em ações da empresa estatal de petróleo, Saudi Aramco, se aproxima. O príncipe herdeiro Mohammed bin Salman está prestes a tomar a decisão final, depois de um período de preparativos intensivos pelos assessores da Saudi Aramco. Além disso, uma definição sobre o tamanho exato da oferta também está prevista para o mesmo dia, segundo fontes ligadas ao processo.

Nos últimos meses, a equipe de consultores da Saudi Aramco esteve ativa, organizando a possível oferta secundária de ações, já adiada em outras ocasiões. Caso se concretize, essa venda marcará um passo importante no plano de longa data para oferecer mais ações da produtora de petróleo, que realizou a maior oferta pública inicial da história em 2019.

Reunião da OPEP

Consequentemente, essa estratégia ocorre em um momento chave, alinhado à reunião ministerial semestral da OPEP, marcada para o próximo domingo. Neste encontro, que tem liderança saudita, o grupo discutirá as políticas de produção de petróleo para o próximo semestre.

Publicidade

Foco na diversificação econômica

Este movimento é parte de uma reforma econômica mais ampla. O reino revê seus projetos ambiciosos para aliviar as preocupações com os custos do plano de diversificação econômica. Portanto, o Fundo de Investimento Público (PIF), a principal ferramenta do príncipe herdeiro para impulsionar essa transformação, deverá ser o maior beneficiário dos recursos obtidos.

Desde a oferta pública inicial, que levantou US$ 25,6 bilhões com a venda de 3 bilhões de ações, o PIF tem sido destino prioritário para os fundos arrecadados. Além disso, transferências subsequentes de ações da Aramco para o fundo ampliaram significativamente seus recursos, com o fundo gerenciando US$ 925 bilhões em ativos no final de 2023, visando atingir US$ 1 trilhão até 2025.

Contribuições 

Por fim, a Saudi Aramco, um dos maiores produtores globais de petróleo, foi essencial para o acúmulo de recursos pelo PIF, através dos dividendos distribuídos. No ano passado, a empresa aumentou o pagamento aos acionistas para quase US$ 100 bilhões, refletindo um dos maiores lucros anuais já registrados pela companhia.

Aguardando comentários oficiais

Atualmente, enquanto a Arábia Saudita se prepara para essa potencial nova fase de vendas de ações, o PIF, a Saudi Aramco e o escritório de mídia do governo ainda mantêm silêncio sobre os recentes desenvolvimentos.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado