Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Economia da Índia cresce 8,2% perto do fim das eleições

PIB indiano registra alta no ano fiscal encerrado em março

Índia
(Imagem: Pixabay)

No ano fiscal encerrado em março, a economia da Índia registrou um crescimento de 8,2%, segundo dados divulgados na sexta-feira (31). O desempenho fortalece a posição do primeiro-ministro Narendra Modi enquanto o país se aproxima do fim das longas eleições nacionais.

De acordo com o Ministério das Estatísticas, o PIB indiano superou a previsão de 7,6% do governo Modi, consolidando a Índia como a economia de crescimento mais rápido do mundo. .

Nos últimos 10 anos, sob a liderança de Narendra Modi, a Índia passou da nona maior economia do mundo para a quinta maior. O país registrou a maior taxa de crescimento percentual do PIB entre as grandes economias, marcando este período com um crescimento forte.

Publicidade

Com menos de 24 horas para o encerramento das urnas nas eleições nacionais, o maior pleito do mundo, as autoridades anunciarão os resultados em 4 de junho.

Países e empresas que desejam diversificar as cadeias de abastecimento veem a Índia como uma alternativa à China. Sendo assim, economistas destacam que “a Índia, depois da China, é a única economia capaz de alcançar economias de escala devido ao grande mercado”.

Desafios futuros

Apesar do crescimento, a Índia enfrenta desafios na próxima década. O novo governo precisará criar milhões de empregos para uma população ainda amplamente empobrecida. A demografia jovem da Índia, com idade média de 29 anos, ainda não se traduz em benefícios econômicos.

Segundo um relatório da Organização Internacional do Trabalho, jovens indianos instruídos têm maior probabilidade de estarem desempregados do que aqueles sem escolaridade, refletindo uma diferença entre aspirações e empregos disponíveis. Assim, as taxas de desemprego juvenil na Índia superam os níveis globais.

Mudanças climáticas

As mudanças climáticas são uma das maiores ameaças à economia indiana. O país é vulnerável ao calor extremo, com algumas regiões já ultrapassando limites de sobrevivência humana. Recentemente, Deli registrou a temperatura mais alta da história, 49,9 ºC, levando ao racionamento de água devido à onda de calor.

Veja mais:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado