Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Brics destinam R$ 2,6 bilhões para reconstrução no Rio Grande do Sul

Recursos destinados à reconstrução do Rio Grande do Sul após enchentes

Dilma - Brics
(imagem: Ricardo Stuckert/PR)

O Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), conhecido como banco dos Brics, formalizou nesta terça-feira (4) a liberação de US$ 495 milhões (R$ 2,6 bilhões) para programas de reconstrução no Rio Grande do Sul, após as enchentes que devastaram o estado. A presidente do banco, Dilma Rousseff, anunciou os recursos no início de maio.

A assinatura da liberação ocorreu durante a visita do vice-presidente Geraldo Alckmin à China, onde ele está em uma missão comercial. Alckmin se encontrou com Dilma Rousseff, presidente do NDB, para formalizar a liberação dos recursos. Ela destacou a flexibilidade na alocação dos fundos, sem imposições de uso, mas com mecanismos de monitoramento dos projetos.

Ao todo, serão destinados US$ 200 milhões dos US$ 495 milhões liberados à reconstrução da infraestrutura do estado. Então, os investimentos incluem melhorias em rodovias, pontes, vias urbanas e outras instalações essenciais. O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) receberá os US$ 295 milhões restantes e utilizará os recursos conforme as necessidades locais.

Publicidade

Dilma Rousseff ressaltou que, apesar da flexibilidade na aplicação dos recursos, o banco dos Brics possui mecanismos para monitorar a execução dos projetos financiados. Assim, a medida garante a utilização eficiente e eficaz dos investimentos, contribuindo para a rápida recuperação do estado.

A liberação dos recursos pelo NDB é um passo importante para a recuperação do Rio Grande do Sul, proporcionando os meios necessários para a reconstrução após as enchentes.

Saiba mais:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado