Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Aplicações em poupança disparam: R$ 8,227 bilhões em maio

Investimento seguro atinge melhor desempenho desde 2020

Poupança registra alta entrada líquida. (Foto: Cottonbro Studio/Pexels)
Poupança registra alta entrada líquida. (Foto: Cottonbro Studio/Pexels)

Os dados mais recentes do Banco Central, divulgados na última sexta-feira (7), revelaram que o desempenho da poupança em maio registrou alta entrada líquida. Após um saldo negativo de R$ 1,141 bilhão em abril, as aplicações superaram as retiradas em R$ 8,227 bilhões no mês passado, registrando o melhor resultado para o mês de maio desde 2020.

Em maio de 2020, a poupança havia alcançado um depósito líquido de R$ 37,201 bilhões. Já em 2023, o cenário foi inverso, com uma saída líquida de R$ 11,747 bilhões no mesmo período. Esses números destacam a volatilidade e a recuperação atual do investimento.

Dados de aplicações e saques

No último mês, os brasileiros aplicaram R$ 362,497 bilhões na poupança, enquanto os saques totalizaram R$ 354,270 bilhões. Incluindo o rendimento de R$ 5,218 bilhões, o saldo total da caderneta chegou a R$ 993,273 bilhões no final de maio.

Publicidade

No acumulado do ano até maio, a poupança ainda apresenta um saque líquido de R$ 15,548 bilhões, fortemente impactado pela retirada de R$ 20,148 bilhões em janeiro. Em 2023, a caderneta registrou um saldo negativo significativo de R$ 87,819 bilhões, refletindo as dificuldades enfrentadas pelos investidores.

Comparação com anos anteriores

A entrada líquida registrada em maio de 2024 contrastou com o desempenho dos anos anteriores. O Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) registrou uma entrada líquida de R$ 5,342 bilhões em maio, enquanto a poupança rural teve uma entrada de R$ 2,886 bilhões.

Em 2024, a poupança experimentou saídas líquidas de R$ 20,149 bilhões em janeiro e R$ 3,824 bilhões em fevereiro, seguidas por uma entrada líquida de R$ 1,339 bilhão em março e uma saída líquida de R$ 1,142 bilhão em abril. Este desempenho ilustra a recuperação gradual, culminando na entrada líquida em maio.

Funcionamento da poupança

A poupança é uma aplicação de renda fixa simples e acessível. Até menores de idade podem ter uma conta, desde que assistidos por um responsável legal. A abertura da conta requer a escolha de um banco e a apresentação de documentos necessários.

A rentabilidade da poupança é uniforme em todas as instituições financeiras, sem variação entre os bancos. Além disso, a poupança é isenta de custos e tributos, como tarifas de abertura ou manutenção e o Imposto de Renda sobre os rendimentos. Contudo, é necessário declarar os recursos mantidos na caderneta a partir de R$ 140 na declaração anual do Imposto de Renda.

Leia também:

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado