Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Fusão bilionária: Azevedo & Travassos, MKS e Aviva unem forças

Empresa fortalece posição com movimento estratégico

Entenda a fusão estratégica da Azevedo & Travassos. (Foto: Divulgação/Azevedo & Travassos)
Entenda a fusão estratégica da Azevedo & Travassos. (Foto: Divulgação/Azevedo & Travassos)

A Azevedo & Travassos anunciou ontem (5) um memorando de entendimento vinculante para uma operação que envolve a cisão de sua divisão de petróleo e a fusão com a MKS e a Aviva. Este movimento busca expandir e consolidar sua atuação no setor de infraestrutura.

A nova empresa resultante da fusão será controlada pela Reag Investimentos e pela 4i Capital, gestoras da MKS e da Aviva, respectivamente. A antiga Azevedo & Travassos manterá toda a dívida, enquanto a nova entidade de petróleo nascerá sem endividamento. Gabriel Freire, chairman da Azevedo & Travassos, explicou que a Reag liderará o controle da nova empresa.

Sinergias entre MKS e Heftos

A MKS, especializada em manutenção industrial onshore, e a Heftos, focada em manutenção offshore de plataformas de petróleo, apresentam sinergias claras. A MKS atende grandes clientes como Braskem e Alumar, enquanto a Heftos trabalha principalmente com a Petrobras. A integração permitirá que ambas as empresas maximizem suas capacidades ociosas e aproveitem novas oportunidades de mercado.

Publicidade

Desempenho financeiro das envolvidas

Em 2023, a MKS faturou R$ 230 milhões com uma margem EBITDA de 14% e possui um backlog de mais de R$ 1 bilhão. A Heftos, com um faturamento similar, tem um backlog de aproximadamente R$ 300 milhões. A fusão visa combinar essas forças para gerar um crescimento significativo.

A Aviva, controlada pela 4i Capital, é uma concessionária de saneamento com cinco concessões. Em 2023, faturou R$ 23 milhões com uma margem EBITDA de 24%. A sinergia com a Azevedo & Travassos permitirá maior eficiência nas obras de saneamento e expansão das concessões. Vaney Iori, da 4i Capital, destacou que a parceria dobrará o faturamento da Aviva e aumentará a margem EBITDA para até 55%.

Planos de expansão

A nova empresa planeja participar de leilões de saneamento e rodovias, com R$ 75 bilhões em novos projetos nos próximos 12 meses. Gabriel Freire enfatizou que esses ativos são essenciais para transformar a companhia em um consolidado no mercado de infraestrutura, ampliando seu escopo de atuação.

A Azevedo & Travassos Petróleo continuará listada na B3 como uma entidade independente, com a mesma base de acionistas. A nova empresa também será listada na bolsa, com Reag e 4i Capital como controladoras. A reorganização societária é uma etapa crucial para a fusão, garantindo a separação dos ativos de óleo e gás.

Leia também:

Histórico da Azevedo & Travassos

A história da Azevedo & Travassos remonta ao dia 25 de junho de 1922, sendo fundada como uma prestadora de serviços de Engenharia e Construção pelos engenheiros Francisco Azevedo e Francisco de Palma Travassos, e passando por diversas transformações ao longo de seus 100 anos de existência. Desde então, a empresa contribuiu para o desenvolvimento e a evolução tecnológica da engenharia em todo o território nacional, participando de obras importantes e emblemáticas para o progresso do país. Nestes 100 anos, construíram um acervo técnico em projetos diversos, incluindo transporte e mobilidade urbana com obras rodoviárias, ferroviárias e metroviárias; grandes projetos de infraestrutura com barragens, aeroportos, pontes, viadutos e túneis; e obras de saneamento com reservatórios, adutoras, redes distribuidoras de água e coletoras de esgoto e estações de elevação e tratamento de esgoto.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado