Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

S&P 500 e Nasdaq batem recordes enquanto Dow Jones recua

Investidores aguardam dados de inflação e análise do Fed

Dow Jones - Índice - Bolsa Valores - Ações - Estados Unidos - EUA - Nasdaq e S&P 500 - Nova York - Bolsas de valores
Bolsa de valores do Estados Unidos (Imagem: Sergei Tokmakov/Pixabay)

As bolsas de Nova York fecharam praticamente estáveis nesta terça-feira (9). Os índices S&P 500 e Nasdaq alcançaram novos recordes de fechamento, enquanto o Dow Jones registrou uma ligeira queda. Os investidores absorvem o testemunho de Jerome Powell ao Senado dos EUA e se preparam para os dados de inflação ao consumidor (CPI) de junho, que serão divulgados na quinta-feira (11).

No final do dia, o índice Dow Jones caiu 0,13%, terminando aos 39.291,97 pontos. Por outro lado, o S&P 500 subiu 0,07%, fechando em 5.576,98 pontos, e o Nasdaq registrou um aumento de 0,14%, fechando em 18.429,29 pontos.

Apesar de Jerome Powell não ter fornecido detalhes específicos sobre o início da flexibilização monetária, a Oxford Economics destacou que as declarações indicam que o Fed está cada vez mais próximo de cortar as taxas de juros. Durante o testemunho, Jerome Powell também mencionou que o Federal Reserve deve apresentar uma proposta revisada para a reforma regulatória do setor bancário, um movimento muito aguardado pelos bancos. Em consequência, o subíndice financeiro do S&P 500 teve a maior alta entre os 11 subíndices que compõem o índice, avançando 0,65%.

Publicidade

Mercado de Ações

Os American Depositary Receipts (ADRs) da BP, gigante britânica do petróleo, caíram 4,79%. A queda ocorreu após a empresa anunciar uma expectativa de baixa contábil de US$ 1 bilhão a US$ 2 bilhões no balanço do segundo trimestre. A empresa atribui a queda a negociações de petróleo que ficaram abaixo do esperado.

No setor aeronáutico, as ações da Boeing recuaram 1,40%. A queda seguiu-se a um incidente envolvendo um modelo 757-200 operado pela United Airlines, que perdeu uma roda durante a decolagem em Los Angeles, EUA. Segundo o The Guardian, tanto a United Airlines quanto a Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) iniciaram investigações sobre o incidente.

Segundo análise do BMO Capital Markets, os mercados também estão atentos à leitura do CPI de junho, que pode sugerir uma tendência de desinflação, aproximando-se da meta estabelecida pelo Fed. No entanto, a antecipação tem influenciado o comportamento dos investidores nos últimos dias.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado