Os Pagamentos no WhatsApp desagradam 60% dos brasileiros

Disponível para os brasileiros há um mês, o Pagamento no WhatsApp (WhatsApp Pay) não caiu no gosto popular. Um estudo realizado pela Akamai (empresa de ciberproteção e experiência digital) revelou que aproximadamente 60,36% dos usuários não consideram o Pagamentos no WhatsApp seguro.

Do total de 1.100 pessoas entrevistadas, apenas 34,18% usariam a ferramenta de pagamentos e outros 5,45% não utilizariam por não possuir um cartão de débito, já que o serviço ainda não aceita cartão de crédito. 

Acesse Nosso Canal Telegram.

A pesquisa também apontou que o número de pessoas as quais utilizam o WhatsApp para acessar informações das suas contas bancárias aumentou 43,7% em 2020 comparado ao ano anterior, uma situação que pode contribuir para o aumento do número de golpes aplicados pelo mensageiro.

Segundo o WhatsApp, as transferências realizadas pelo app são seguras e não possuem interferência da empresa, com os pagamentos sendo processados pelo Facebook Pay e pela Cielo no Brasil. Em nota, o Banco Central declarou que o Pagamentos no WhatsApp poderá “abrir novas perspectivas de redução de gastos para usuários de serviços de pagamentos móveis”.

O WhatsApp Pay foi criado com a promessa de ter a mesma facilidade para fazer uma transferência que existe ao enviar uma foto para seus contatos. O serviço foi aprovado pelo Banco Central em 30 de março para transações que envolvam cartões das empresas Visa e Mastercard. No Brasil, segundo país do mundo a contar com esse serviço, são 120 milhões de usuários – ou cerca de 60% da população brasileira. O primeiro país a ter acesso foi a Índia.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado