Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Preço da cesta básica caiu em Fortaleza durante o mês de janeiro

Os legumes continuam seguindo a trajetória de alta, apresentando preços em elevação em 7 das 8 cidades. Foto de Michael Burrows no Pexels

Enquanto que os dados nacionais apontaram para um aumento de até 6% no preço da cesta básica, Fortaleza foi a única que apresentou retração entre as capitais analisadas pela plataforma recém-lançada, Cesta de Consumo HORUS & FGV IBRE.

De acordo com a pesquisa, em Fortaleza, a redução deveu-se à queda no preço de carne bovina (-6,2%), Ovos (-3,0%) e Pão (-1,8%). Brasília apresentou uma redução de 0,1%, o que representa uma estabilidade em relação ao valor de dezembro de 2021.

As maiores altas foram registradas em Belo Horizonte (4,5%), Curitiba (3,9%) e Salvador (1,8%), em relação aos valores de dezembro/21. Os produtos que mais contribuíram para o aumento do valor da cesta básica de Belo Horizonte foram legumes (20,3%), carne bovina (6,8%) e frutas (6,1%).

Publicidade

apesar de ter apresentado redução, Fortaleza ainda aparece em 3º lugar no ranking geral, quanto ao valor da cesta básica. A cesta mais cara foi a do Rio de Janeiro (R$ 818,10), seguida pelas de São Paulo (R$ 776,12) e pela capital cearense (R$ 690,59). Por outro lado, as capitais Belo Horizonte (R$ 544,01), Manaus (R$ 588,87) e Brasília (R$ 634,12) registraram os menores valores.

Os grupos de produtos que apresentaram aumento de preço mais expressivo na cesta básica, e em quase todas as capitais, foram os legumes (representados por batata, cebola e cenoura), seguidos de carne bovina, café e farinha de mandioca.

Os legumes continuam seguindo a trajetória de alta, apresentando preços em elevação em 7 das 8 cidades, pressionados pelo aumento de preço da batata e da cebola, que tem sido impactado por fatores climáticos que prejudicaram a colheita.

Quando se considera a cesta de consumo ampliada, que inclui bebidas e produtos de higiene e limpeza, além de alimentos, houve um aumento no valor médio em 6 das 8 capitais analisadas, em relação ao mês anterior. As capitais que apresentaram valores mais altos da cesta ampliada foram Rio de Janeiro (R$ 1.675,64), São Paulo (R$ 1.626,70) e Brasília (R$ 1.419,88).

As maiores altas no valor da cesta ampliada foram registradas em Salvador (2,5%), Curitiba (2,4%) e Belo Horizonte (1,2%). Por outro lado, Brasília e Fortaleza apresentaram leve retração no valor da cesta ampliada.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado