Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Camarão: Período chuvoso deve ter mais atenção dos produtores

(Foto: Tom Fisk no Pexels)

O camarão é naturalmente adaptado a altas temperaturas e se desenvolve com melhor facilidade no calor. Assim, os períodos chuvosos, como tem sido os últimos dias, devem ter mais atenção dos produtores para que o cultivo não seja prejudicado. Com Ceará e Rio Grande do Norte liderando o setor no Brasil, a expectativa é de que a produção no país alcance 120 mil toneladas neste ano, segundo informação da Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC).

Segundo Ítalo Rocha, vice-presidente da ABCC, um dos fatores principais para evitar prejuízos com a chuva é a estrutura do empreendimento. “Para as fazendas que são próximas de rios, dependendo do alto volume de chuvas, é fundamental ter uma maior atenção com os pontos de riscos de alagamento e erosão. Fatores como a eletricidade, com geradores que evitam que o cultivo seja interrompido por possíveis quedas de energia, também garantem o fluxo natural da produção”, pontua.

Sérgio Almeida, diretor de insumos da instituição, esclarece que o monitoramento da água é outro ponto fundamental para definir a qualidade do ciclo. “A água possui todas as características químicas, físicas e biológicas que interagem individualmente ou coletivamente, influenciando o desempenho dessa produção. Por isso, é comum que os produtores optem por diminuir as densidades de estocagem nos viveiros e assim se prevenir contra as mortalidades e/ou presença de enfermidades decorrentes das alterações na qualidade da água.”

Publicidade
conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado