Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Empresários pedem mudança na tributação de importados da China

(Foto: Mike no Pexels)

Um grupo de empresários e membros de associações ligadas ao comércio varejista participaram de reunião em Brasília com o objetivo de denunciar plataformas de comércio eletrônico de venderem produtos importados no Brasil com concorrência desleal. Entre as empresas citadas pela prática estão AliExpress, Wish, Shein, Shopee e Mercado Livre.

Segundo informações, eles desejam alterar as normas tributárias. Desta maneira, o consumidor pagaria os impostos relativos à transação no momento da compra, e não quando o produto importado passar pela Receita Federal e entrar no Brasil.

O grupo realizou uma apresentação ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

Publicidade

A ação foi encabeçada pelo CEO da Havan, Luciano Hang, CEO da Multilaser, Alexandre Ostrowiecki e também ganhou apoio da Abrinq (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos, Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção), Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), Eletros (Associação Nacional dos Fabricantes Produtos Eletroeletrônicos) e do FNCP (Fórum Nacional contra a Pirataria e Ilegalidade).

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado