Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Ações do Twitter sobem 27% após Elon Musk comprar 9% da empresa

Foto: Wikipedia

O CEO da Tesla, Elon Musk, comprou uma participação expressiva no Twitter que o torna o maior acionista da companhia. Agora, o Bilionário possui 73.486.938 ações do Twitter, o que representa uma participação passiva de 9,2% na empresa, de acordo com um documento 13G da Securities and Exchange Commission divulgado na segunda-feira (4). A participação é avaliada em US$ 2,89 bilhões, tendo como base o preço de fechamento do Twitter na última sexta-feira (01).

Segundo publicado pela rede CNBC, a compra ocorreu menos de duas semanas após Musk criticar a empresa, pesquisando pessoas no Twitter sobre se ela adere aos princípios de liberdade de expressão. “Dado que o Twitter serve de fato como a praça pública da cidade, não aderir aos princípios da liberdade de expressão mina fundamentalmente a democracia”, tuitou Musk. “O que deveria ser feito?”, completou.

Embora seja classificado como uma participação passiva, os investidores estavam oferecendo ações mais altas com a chance de que isso pudesse levar a algo mais. As ações do Twitter subiram mais de 27%.

Publicidade

Polêmicas nas Rede

Musk é um usuário frequente do Twitter e tem mais de 80 milhões de seguidores na plataforma. No entanto, alguns de seus tweets colocaram o chefe da Tesla em apuros ao longo dos anos.

Em 7 de agosto de 2018, Musk twittou que tinha “financiamento garantido” para tornar a Tesla privada por US$ 420 por ação. Os 12 meses seguintes a esse tweet foram uma montanha-russa para os acionistas de Musk e Tesla. Nesse período, a empresa estabeleceu recordes de desempenho, mas também teve que lidar com litígios, inquéritos governamentais e demissões. Musk também chegou a um acordo com a SEC que o removeu do cargo de presidente da Tesla.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado