Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Sucesso de um Orçamento: qualificação, compromisso profissional e bom relacionamento interpessoal – Por Carlos Barbosa

Especialista em Administração Financeira e Mestrado em Administração e Controladoria

*Coluna por Carlos Barbosa, 05/04/22

O Orçamento é o grande viabilizador das previsões numéricas que expressam os objetivos traçados no Planejamento Estratégico e, como uma consequência, constitui a base para a geração dos valores de controle dos indicadores de desempenho. Essa dupla (Planejamento e Orçamento) possibilita que os negócios consigam manter um nível de gerenciamento profissional, considerando que, planejar onde se quer chegar, mensurar o percurso e controlá-lo formam uma triangulação fundamental para a busca pela otimização do sucesso. No entanto, conseguir efetivar um Orçamento com qualidade e integração é tarefa laboriosa e complexa, pois ela está intrinsecamente associada ao nível de relacionamento interpessoal na empresa, assim como à qualidade técnica das equipes.

O estabelecimento da estratégia do negócio, com as definições das premissas a serem usadas como direcionadoras do Orçamento, é o pontapé inicial dessa ferramenta de gestão. O desenvolvimento de um cronograma orçamentário é básico para o trabalho a ser executado e fundamental para haver sucesso na efetivação da estratégia traçada. Através de um cronograma se consegue desenvolver o controle e realinhamento de eventuais imprevistos, por meio da definição, organização e acompanhamento das atividades, tarefas, responsáveis, datas, dentre outras variáveis. Nesse ponto, vale lembrar que, existe uma teia de interligações entre as atividades, e ela é tão extensa que nasce aí uma tênue linha entre a organização de um Orçamento e um caos informativo, cuja direção seguida está a depender do nível profissional atuante. A exemplo dessa teia, vê-se as relações de interdependência existentes entre as atividades de orçamentação, como: volume de vendas, faturamento, volume de produção, listas técnicas, volume de consumo, volume e valor de compras, OPEX, Custos Médios, Estoques, Custo de Aquisição, Custo de Produção, Custo das Vendas, dentre muitas outras variáveis. Estes dados, se bem definidos, geram a fluidez que o trabalho orçamentário precisa, mas caso contrário, podem provocar desde atrasos consideráveis no cronograma assim como equívocos no Resultado Contábil final calculado.

Publicidade

Em um Orçamento, compreender a importância de cada atividade, saber executá-las e assimilar a relevância dela em meio ao todo integrado, entendendo a sinuosidade das ligações das variáveis, é fundamental para cada colaborador designado como ponto focal dentro desse trabalho. Esse capital intelectual é uma agregação de valor que muda a velocidade e a qualidade do desfecho de tudo. No entanto, se o corpo funcional da empresa não possuir esse tipo de qualificação ou mesmo se apenas parte da empresa o tiver, isso é suficiente para gerar dificuldades na desenvoltura de uma orçamentação. Deficiência na compreensão da linguagem técnica, na compreensão operacional das ferramentas de trabalho e a falta de entendimento integrado da empresa como um sistema, esse conjunto é capaz de destruir o plano para a efetivação de um Orçamento.

O bom relacionamento entre os profissionais de uma empresa, em meio a um processo de orçamentação, faz grande diferença no sucesso do trabalho, considerando que a ajuda mútua entre os diferentes setores facilita a execução das atividades individuais, dentro do cronograma estabelecido. Isso fica ainda mais ressaltado quando existe desequilíbrio de conhecimento entre as diferentes áreas. Por outro lado, quando existe dificuldade nos relacionamentos interpessoais entre os setores, isso pode vir a impactar sobremaneira a desenvoltura dos trabalhos da empresa, pois quando de um lado se necessita priorizar uma tarefa, do outro pode não haver motivação em ajudar no alcance do objetivo alheio. Ademais, a boa interação social dentro da empresa também influencia no compromisso com as premissas estratégicas definidas. A importância dada às premissas pode ser contagiante, a depender do nível do relacionamento profissional. No dia a dia dos negócios, não é raro de se perceber um cenário de dificuldade nos relacionamentos, em meio a briga de egos, falta de empatia, falta de zelo com as premissas, gerando gorduras orçamentárias, e tudo isso, infelizmente, só dificulta a trilha para o bem comum da empresa.

Percebe-se de todo o contexto que, sem o nível técnico adequado não há sucesso da estratégia e nem das previsões, pois o fruto do trabalho será sofrível. Desenvolver o Orçamento de uma empresa está intrinsecamente relacionado ao entendimento das variáveis trabalhadas, à percepção da qualidade numérica do que se está calculando, além da responsabilidade e espírito de equipe no ambiente profissional com as atividades em questão. O uso de ferramentas adequadas não é suficiente para o bom desenlace de uma estratégia. O sucesso no projeto de um Orçamento, acima de tudo, demanda conhecimento técnico, compromisso profissional e inteligência emocional nos setores.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do EBN.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado