Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

A procrastinação da reestruturação – Por Luís Henrique Alencar

*Coluna por Luís Henrique Alencar, 14/04/2022

Em nossa última coluna falávamos sobre as fases do crescimento das empresas. Esse é um assunto tão recorrente nas rodas de conversas empresariais, que vale a pena falarmos um pouco mais sobre a principal causa do aumento das dores do crescimento: a procrastinação.

Sem dúvida esse nome assusta muito, tanto empresários e gestores, como o time. A questão é que, em vários casos, a reestruturação é a única saída que a empresa tem para “virar o jogo”. Antes de falar sobre algumas possibilidades de reestruturação, é necessário dizer (relembrar!) que tudo partirá do estudo de como as coisas são feitas, ou seja, dos processos. Esses (e não cansarei de falar) são essenciais para qualquer tipo de empresa, independente do seu tamanho. Bem, vamos para algumas possibilidades de reestruturação:

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado

/ Carteira de clientes

Aqui, talvez, uma das grandes barreiras culturais que precisam ser quebradas: demitir cliente deveria ser algo normal, desde que houvesse necessidade. Reestruturar a carteira de clientes não quer dizer redistribuir entre a equipe, mas sim eliminar os clientes não lucrativos. Culturalmente, para muitos, isso é inadmissível, embora já tenha ouvido alguns poucos empreendedores assumirem que o fizeram, mas com bastante medo. E mais, embora não queira demitir o cliente, a informação para fazê-lo deve estar na ponta da língua dos seu time de gestão. Está?

/ Mix de produtos e serviços

Essa reestruturação não é tão complexa (complexidade existente pela cultura que necessita ser modificada) quanto a anterior. Deve ser feita análise das margens de cada produto ou serviço, individualmente. Reforço que deve ser feita a análise por produto, pois para os produtos que não são estratégicos para a empresa, ou seja, aqueles que não convertem vendas de outros produtos ou serviços, o olhar deve ser mais crítico do que o que se imagina. O corte deve ser iminente. Mais uma vez questione seu time de gestão, essas respostas precisam ser prontamente respondidas.

/ Quadro de colaboradores

A reestruturação mais comum, porém, a que é feita de forma mais conservadora. Normalmente, trocam-se as peças ou, no máximo, reduz-se algumas para “economizar”. Até aqui, acredito, nenhuma novidade para a grande maioria. Trago que maior seria a “economia” se atividades, processos, ou até mesmo, setores fossem terceirizados. O outsourcing é realidade para muitas áreas, existem muitas empresas aptas a solucionar problemas de reestruturação terceirizando a mão de obra, de forma remota inclusive.

Além da tradicional contabilidade terceirizada, as áreas de marketing, atendimentos, apoio, equipamentos, jurídico e financeiro são terceirizadas com maestria por diversos players do mercado.

Note, todas as áreas citadas não fazem parte, ou costumam não fazer parte do corebusiness das empresas. A pandemia COVID-19 trouxe à tona a necessidade de reduzir gastos e de viabilizar o trabalho de forma remota. Terceirizar! Imagine quão dolorido foi para um gestor tradicional obrigado, pela circunstância, a deixar o seu funcionário gerir o dinheiro da sua empresa de casa, sem que estivesse com os olhos atentos aos movimentos.

Uma consciência veio à tona (ou era para ter vindo!), a confiança não deve estar nas pessoas, mas sim nos processos. Isso sim é reestruturar!

Steve Jobs, um empresário que revolucionou e reestruturou o mundo, disse: “concentre-se no que é bom e delegue todo o resto”. Sábio, concentrava-se no que melhor ele precisava entregar para os seus clientes e delegava todas as outras atividades.

Encerro essa coluna parafraseando o Steve Jobs: foquem em fazer mais, melhor e com menos, terceirizem tudo o mais que puderem delegar.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado