Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Governador Cláudio Castro discute perspectivas econômicas e sustentabilidade no Almoço na ACRJ

Castro também foi agraciado com a medalha Bicentenário do Visconde de Mauá

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, participou na última quinta-feira (6/4) do tradicional Almoço do Empresário, evento promovido pela Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ). Na ocasião, Castro abordou temas como perspectivas econômicas, segurança, oportunidades de negócios e sustentabilidade. O governador também foi agraciado com a medalha Bicentenário do Visconde de Mauá, a maior honraria concedida pela ACRJ.

Importância da ACRJ

Daniel Homem de Carvalho, presidente em exercício da ACRJ, deu início ao evento destacando a importância histórica da associação nos grandes debates sobre o desenvolvimento do estado. Ele abordou assuntos de interesse do empresariado, como mobilidade, tributos, emprego, segurança e concessões.

Carvalho chamou a atenção para a necessidade de uma racionalidade tributária, alertando que os impostos não podem ameaçar a sobrevivência do pagador. Ele expressou preocupação com a proposta de reforma tributária que indica um aumento expressivo na taxação do setor de serviços.

Publicidade

O presidente em exercício também mencionou a expectativa dos empresários pela edição de uma lei de transação tributária para débitos com o Estado do Rio. Ele destacou a importância desse instrumento para beneficiar contribuintes e incrementar o caixa do tesouro estadual para melhores perspectivas econômicas e de sustentabilidade.

Carvalho ressaltou que a economia moderna, baseada em inovação e tecnologia, não pode ser prejudicada por uma tributação irracional. Ele afirmou que a ACRJ está ao lado do governador na luta pela preservação do setor de serviços.

Balanço do Mandato

Ao encerrar o encontro, Cláudio Castro fez um balanço de seu início de mandato, abordando temas como desburocratização, agenda ambiental, pacificação política do estado e diálogo com o empresariado.

Ele destacou a importância de um Rio de Janeiro desenvolvido, justo e sustentável. Além disso, afirmou que o estado é o mais avançado na Agenda 2030 atualmente. Portanto, essa liderança é fundamental para inspirar outras regiões. Por fim, ressaltou que continuar avançando em sustentabilidade é essencial.

Com a implementação da bolsa verde, Castro acredita que o Rio tem potencial com grandes perspectivas econômicas e de sustentabilidade para se tornar a capital verde da América Latina. “Queremos começar a destruir muros e construir pontes”, afirmou o governador, enfatizando a importância de uma agenda não polarizada e colaborativa.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado