Pesquisar
Close this search box.
conteúdo patrocinado

Warren Buffett diz a acionistas da Berkshire Hathaway que está “100% confortável” com seu sucessor

(Foto: Divulgação)

 

Acionistas da Berkshire Hathaway se reuniram em Omaha para a reunião anual, ansiosos por obter informações sobre negócios, economia e investimentos com Warren Buffett e seu parceiro de longa data, Charlie Munger. No entanto, este ano, uma figura em particular despertou o interesse dos participantes: Greg Abel, vice-presidente do conglomerado responsável pelas operações não relacionadas a seguros e sucessor designado de Buffett como CEO.

A sucessão é uma das principais preocupações dos acionistas da Berkshire Hathaway, já que Buffett, aos 92 anos, liderou o conglomerado como CEO e presidente do conselho por mais de 50 anos. Buffett tranquilizou os participantes da assembleia geral no sábado, afirmando que estava “100% confortável” com Abel como seu futuro CEO.

conteúdo patrocinado

Ele destacou a sorte de ter Abel e mencionou que as decisões tomadas por ele estariam alinhadas com sua própria abordagem: “Greg entende de alocação de capital tão bem quanto eu”, afirmou Buffett.

Abel, nomeado CEO da MidAmerican Energy, empresa pertencente à Berkshire Hathaway, em 2008, está competindo pelo cargo de CEO da Berkshire Hathaway desde 2018, quando foi promovido a vice-presidente ao lado de Ajit Jain. A nomeação pública de Abel como sucessor de Buffett ocorreu em 2021, quando Munger, inadvertidamente, mencionou durante a assembleia de acionistas que o executivo iria “manter a cultura” da Berkshire Hathaway. Buffett confirmou mais tarde naquele dia que Abel assumiria a liderança se algo acontecesse com ele.

Abel acompanhou Buffett em uma viagem ao Japão em abril, onde recebeu elogios do atual CEO. Buffett afirmou que Abel “faz todo o trabalho e eu aceito as reverências – é exatamente o que eu queria”. Segundo Buffett, os dois compartilham visões semelhantes em relação a aquisições e alocação de capital, e ele considera Abel uma grande melhoria em relação a si mesmo.

Embora não haja indicações de que Buffett esteja deixando o cargo em breve, Ronald Olson, um dos diretores da Berkshire Hathaway, mencionou em uma conferência de investidores que a transição ocorrerá “daqui a alguns anos”. Buffett reforçou no sábado que, quando chegar a hora de sua saída, Abel assumirá o controle do conglomerado. Segundo ele, não há “segunda opção” para CEO da Berkshire Hathaway, e se algo acontecesse com Abel, Buffett disse aos diretores que teriam um problema em suas mãos.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado