Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Itaú BBA lança linha de crédito para aquisição de bioinsumos

Na segunda-feira (22/05), o Itaú BBA divulgou que vai lançar uma uma nova linha de crédito rural verde para fomentar a compra de bioinsumos. A iniciativa vai oferecer juros diferenciados, mais baratos do que as taxas dos programas tradicionais, para abastecer revendas e atender os produtores que queiram adquirir produtos biológicos para uso na safra 2023/24.

A expectativa é desembolsar R$ 500 milhões até o fim do ano nessa nova modalidade, mas não haverá limitação de caixa caso haja demanda acima disso. Segundo a instituição financeira, a ideia é estimular a adoção de práticas no campo que contribuam para o desenvolvimento sustentável do agronegócio brasileiro.

O diferencial fixo na taxa de juros para as operações na linha de crédito verde não foi revelado, mas trata-se de uma “redução significante”, disse ao Valor o diretor de Agronegócios do Itaú BBA, Pedro Fernandes. “Na transação, a gente reconhece a externalidade positiva dos bioinsumos e reflete isso em preço de captação, a gente cobra mais juros dessas linhas”, afirmou o executivo.

Publicidade

Uma operação-piloto foi realizada entre a Agrivalle, empresa paulista que fabrica exclusivamente bioinsumos, e a Nutrien, que adquiriu R$ 15 milhões em produtos. A negociação ocorreu por meio da emissão da modalidade de Cédula de Produto Rural (CPR) 3.0, que permite o financiamento de atividades.

O primeiro produto “verde” do portfólio de agronegócios do Itaú BBA foi o Reserva Legal+, criado para estimular a conservação da floresta em pé e premiar produtores que preservam além do mínimo exigido por lei. Segundo Fernandes, o banco quer lançar mais produtos para os segmentos de biodiversidade, bem-estar animal, recursos hídricos, eficiência energética e agricultura de baixa emissão de carbono.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado