Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Hidrogênio é oportunidade para reindustrializar país, diz pesquisador

Imagem: Divulgação

O grande potencial para a produção de hidrogênio renovável no país nos próximos dez anos é uma oportunidade para reindustrializar o país. A afirmação é do presidente da Associação Brasileira de Hidrogênio (ABH2) e pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Paulo Emílio Valadão de Miranda. Ele participou, nessa segunda-feira, 29, do 3º Congresso Brasileiro de Hidrogênio, em Maricá, no Grande Rio, que vai até quarta-feira, 31.

O hidrogênio é um elemento químico que pode ser usado como combustível. Sua obtenção é feita de várias formas, entre elas por transformação de combustíveis fósseis (com extração do hidrogênio e liberação de gás carbônico na atmosfera), eletrólise da água (com a separação de hidrogênio e oxigênio) ou biomassa (com extração do hidrogênio e transformação do carbono em produto sólido).

“É uma oportunidade para a reindustrialização Brasil, que tem potencial muito grande de produção de hidrogênio. Hoje em dia, sabemos que quase todo o hidrogênio é produzido a partir de combustíveis fósseis e que se vê um esforço grande na produção do renovável a partir da eletrólise da água. Mas o país também tem potencial muito grande da produção a partir de biomassa”.

Publicidade

Segundo Paulo Emílio Miranda, o país tem hoje 850 indústrias de biogás. “O uso de biomassa de rejeito e manejo fará com que essa origem de matéria-prima represente, em uma década, a maior parte do hidrogênio produzido no Brasil para fins energéticos. Há uma oportunidade de crescimento industrial no Brasil no que se refere à utilização desse elemento químico”, explicou.

Também é possível extrair o hidrogênio, em sua forma gasosa, diretamente de depósitos subterrâneos. Miranda afirmou que, em Maricá, cidade que sedia o congresso, foram encontrados depósitos de hidrogênio.

Segundo ele, os depósitos subterrâneos do hidrogênio são constantemente renovados. “Ele [o hidrogênio do subsolo] também tem a vantagem do baixo custo de produção comparado com as técnicas atuais, embora não conheçamos muito bem o potencial, com as taxas e volumes de produção”.

O 3º Congresso Brasileiro de Hidrogênio reúne especialistas, empresas e representantes do governo. A programação completa pode ser acompanhada ao vivo ou em vídeos gravados por meio do canal do congresso no Youtube.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado