Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

Executivos e cientistas alertam sobre riscos da inteligência artificial

IBGE aponta queda nos resultados da Industria
Imagem:Reprodução

Sam Altman, CEO por trás do ChatGPT, e Demis Hassabis, chefe da Google DeepMind, estão entre os 350 executivos e cientistas que assinaram um manifesto conciso sobre os perigos da inteligência artificial (IA). O parágrafo declarou: “Mitigar o risco de extinção pela IA deve ser uma prioridade global, ao lado de outros riscos em escala social ampla, como pandemias e guerra nuclear”.

A declaração foi divulgada pelo Center for AI Safety (Centro para a Segurança da IA), uma organização sem fins lucrativos. Segundo o New York Times, a escolha de um comunicado breve visava alcançar um consenso entre todos os signatários e manter uma mensagem clara e direta.

Além dos executivos, pesquisadores como Geoffrey Hinton e Yoshua Bengio, renomados por seu trabalho em redes neurais e frequentemente referidos como “padrinhos” da IA, também assinaram o documento. Mustafa Suleyman, cofundador da DeepMind e atual líder da startup Inflection AI, que responde a perguntas com novas questões e recebeu elogios de Bill Gates, também está entre os signatários.

Publicidade

Esta não é a primeira vez que líderes influentes do setor assinam um manifesto alertando para os riscos associados ao rápido avanço da IA. A popularidade do ChatGPT aumentou a conscientização do público em geral sobre essas questões. Em março, Elon Musk e mais de mil pesquisadores e executivos pediram uma pausa de seis meses no desenvolvimento de sistemas avançados de IA, buscando interromper o que descreveram como uma “corrida armamentista”.

No entanto, é importante ressaltar que nenhuma das startups que lideraram o desenvolvimento de grandes modelos de linguagem assinou essa carta em específico. Esses alertas destacam a importância de um debate contínuo sobre a IA e a necessidade de abordar seus possíveis riscos de forma responsável e ética.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado