Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Descontos em Carros de até R$120 mil: Efeitos do Incentivo Fiscal na Indústria Automotiva

Foto: Agência Brasil

Os preços dos veículos estão sofrendo um declínio significativo no Brasil desde terça-feira (6/6), devido à nova medida provisória de incentivo fiscal para a indústria automotiva. Esta ação governamental já resultou em uma queda expressiva nos preços, com descontos chegando a R$ 19 mil.

A iniciativa fiscal de R$ 1,5 bilhão beneficia a gama de veículos que vão desde ônibus e caminhões até automóveis de passeio de até R$ 120 mil. O intuito desta ação é alavancar a indústria automotiva através da redução dos preços dos veículos, a fim de estimular as vendas e, consequentemente, a economia.

Dados recentes divulgados pela Jato Dynamics à CNN Brasil demonstram a relevância dessa medida. Até maio de 2023, 46,2% dos carros vendidos no Brasil foram de até R$ 120 mil. Com uma gama tão ampla de consumidores afetados, a medida tem o potencial de revigorar uma grande parte do mercado.

Publicidade

Com uma visão mais ampla, 259 modelos no mercado brasileiro, ou seja, 19,5% de todos os carros e veículos comerciais leves vendidos no país, se enquadram nessa faixa de preço. Isto é especialmente significativo, considerando que existem atualmente 1.331 versões de veículos disponíveis no Brasil.

Para se ter uma ideia do impacto, só nos cinco primeiros meses deste ano, 347.373 veículos custando até R$ 120 mil foram vendidos. Este número indica que a medida provisória pode ter um grande impacto, ajudando a expandir o setor e trazendo benefícios aos compradores de veículos em todo o Brasil.

Incentivo fiscal

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, explicou, antes da MP, que o programa de incentivo à compra de carros foi redesenhado para ter um custo inferior a R$ 2 bilhões. Segundo Haddad, este valor será compensado por meio de medidas de arrecadação já aprovadas pelo presidente Lula.

Ainda em maio, Geraldo Alckmin, vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, anunciou medidas tributárias e regulatórias com o objetivo de reduzir o preço dos veículos nacionais que custam até R$ 120 mil.

Este novo incentivo fiscal se baseia em três critérios principais: o valor atual do veículo, a eficiência energética e o conteúdo nacional. A aplicação dessas diretrizes resulta em um corte de impostos a partir de 1,5% que pode chegar até 10,96%.

No entanto, o lançamento do programa ocorreu antes que todos os detalhes fossem finalizados, o que gerou debates sobre o custo do benefício e como financiá-lo.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado