Fábrica de chips Intel na Alemanha recebe €10 bilhões em subsídios para impulsionar a produção de semicondutores

A nova fábrica de chips Intel na Alemanha recebe € 10 bilhões em subsídios para impulsionar a produção de semicondutores em Magdeburg. A medida encerra meses de negociações em um projeto de cerca de € 30 bilhões, e representa um passo importante na luta da Intel para competir de forma mais efetiva com empresas como AMD, Nvidia e Samsung.

Sob a liderança do CEO Pat Gelsinger, a Intel tem apostado alto em um ambicioso plano de expansão global. A empresa tem investido bilhões na construção de fábricas em três continentes. O acordo na Alemanha representa o terceiro grande investimento da Intel em apenas quatro dias, após anunciar uma fábrica de chips de US$ 4.6 bilhões na Polônia e uma planta de US$ 25 bilhões em Israel.

O acordo entre a Alemanha e a Intel foi formalizado na segunda-feira (19/06), com a presença do Chanceler alemão Olaf Scholz e do CEO da Intel, Pat Gelsinger, segundo comunicado da chancelaria.

A Alemanha, por sua vez, tem como objetivo se tornar um dos principais locais de produção de semicondutores do mundo. Além do acordo com a Intel, Berlim está negociando com a TSMC e a fabricante sueca de baterias para veículos elétricos Northvolt. A Alemanha já conseguiu convencer a Tesla a construir uma gigafábrica no país, consolidando seu status como um polo atraente para investimentos em tecnologia avançada.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado