Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Carne de frango produzida em laboratório recebe autorização de comercialização nos EUA

Foto de Pixabay/Pexels

Pela primeira vez, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) autorizou a comercialização de carne de frango produzida em laboratório. As empresas Upside Foods e Good Meat receberam a aprovação em relação aos sistemas de higiene alimentar e estão prontas para disponibilizar a chamada “carne cultivada” em determinados restaurantes.

O anúncio da autorização foi feito pelo USDA, que agora abre caminho para a venda de carne produzida em laboratório nos Estados Unidos. Embora as empresas já tivessem obtido a autorização da Agência de Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) para a segurança alimentar em novembro passado, somente agora foi aprovada a conformidade das instalações.

A Upside Foods, que recebeu a primeira encomenda vinda do restaurante da chef francesa Dominique Crenn, está pronta para fornecer seus produtos. A carne cultivada em laboratório difere da carne à base de plantas por conter proteína animal, mas sua produção não envolve o abate de animais, o que é comemorado por ativistas e fundadores das empresas como uma opção “ética” para o consumo de carne.

Publicidade

No processo de produção desse tipo de alimento, células de um animal vivo ou de uma célula fertilizada são colhidas e utilizadas para estabelecer um banco de células. Essas células são alimentadas com nutrientes e cultivadas em tanques de aço. Ao final do processo, a carne é moldada em diferentes formatos, como peito de frango, bifes ou nuggets. Apesar da autorização, a disponibilidade no mercado deve demorar devido ao alto custo de produção.

Embora seja a primeira vez que a carne cultivada em laboratório é aprovada nos Estados Unidos, é importante ressaltar que Singapura concedeu autorização para a produção de carne artificial pela Just Eat em 2020, abrindo caminho para essa inovação alimentar.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado