Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Privatização da TAP Air Portugal atrai interesse de grandes grupos aéreos

(Foto: divulgação)

A privatização da TAP Air Portugal está em andamento e já despertou o interesse de três grupos de companhias aéreas e outras três empresas. Os gigantes do setor, Lufthansa Group, Air France-KLM e International Airlines Group (IAG), estão entre os concorrentes que demonstraram intenção de apresentar propostas para a aquisição da companhia aérea portuguesa.

IAG reforça compromisso em manter o hub da TAP em Lisboa

O IAG, que já possui as companhias aéreas Iberia e British Airways em seu portfólio, enviou representantes a Lisboa nesta semana para reforçar seu compromisso em manter o centro de operações (hub) da TAP no aeroporto da capital portuguesa. Essa condição é considerada inegociável pelo governo português, caso o IAG vença o processo de privatização.

Publicidade

Aquisição estatal durante a pandemia

Vale lembrar que em junho de 2015, a TAP Air Portugal foi vendida ao consórcio Atlantic Gateway, liderado por David Neeleman, fundador da Azul Linhas Aéreas, e Humberto Pedrosa, CEO do Grupo Barraqueiro. No entanto, durante o período de crise causado pela pandemia de covid-19, o estado português adquiriu a participação do consórcio na companhia aérea.

Novo leilão 

O próximo leilão para a privatização da TAP Air Portugal está previsto para ser aprovado pelo governo português até o próximo mês de julho. A expectativa é que a venda atraia um forte interesse do mercado, impulsionando a recuperação do setor aéreo no país e trazendo benefícios para a economia local.

A privatização da TAP Air Portugal é um processo estratégico que busca encontrar um parceiro sólido para impulsionar o crescimento e a competitividade da companhia aérea no cenário global. Com o interesse de grandes grupos aéreos, o leilão promete ser acirrado e trazer mudanças significativas para o futuro da aviação em Portugal.

História da TAP

A TAP foi fundada em 1945 por Ordem de Serviço de Humberto Delgado, na época diretor do Secretariado da Aeronáutica Civil. A primeira linha comercial entre Lisboa e Madrid foi inaugurada em 19 de setembro de 1946. No final daquele ano, foi inaugurada a Linha Aérea Imperial, que ligava Lisboa, Luanda (colônia de Angola) e Lourenço Marques (atual Maputo, colônia de Moçambique), com doze escalas e uma duração de 15 dias (ida e volta), sendo a linha mais extensa do mundo operada com aeronaves bimotores.

A primeira rota doméstica, entre Lisboa e Porto, foi aberta em 1947. Em 1948, a TAP se tornou membro efetivo da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) e iniciou voos para Paris, França, e Sevilha, Espanha. A conexão aérea com Londres, Reino Unido, teve início em 1949, e em 1953 foram estabelecidas rotas para Casablanca e Tânger, Marrocos.

1953 – Deixou de ser um serviço público e se tornou uma Sociedade Anónima de Responsabilidade Limitada (SARL), com maioria estatal. Dois anos depois, a companhia adquiriu duas aeronaves Super-Constellation, os primeiros quadrimotores de longo curso da empresa, que permitiram reduzir o tempo de viagem entre Lisboa e Lourenço Marques.

1961 – Inaugurou o “Voo da Amizade”, uma rota especial entre Lisboa e o Rio de Janeiro, com escalas no Sal e em Recife, no Brasil.

1962introduziu o primeiro avião a jato em seu serviço, um Caravelle, que operava na rota entre Lisboa e Madrid, na Espanha. Nesse período, também foram iniciadas as rotas para Las Palmas, nas Ilhas Canárias (Espanha), e para a ilha de Santa Maria, nos Açores.

2006 – Assumiu o controle da Varig Engenharia e Manutenção, o maior centro de manutenção da América do Sul.

A TAP Air Portugal possui uma história marcada por conquistas e expansão de rotas, consolidando-se como uma importante companhia aérea no cenário internacional.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado