Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Exportadoras de bens representam 0,88% das empresas brasileiras, mas geram 15% dos empregos formais

(Foto: Tom Fisk/Pexels)

Um estudo realizado pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Mdic), revelou que apenas 0,88% do total de empresas no Brasil exportam bens. Contudo, essas empresas são responsáveis diretamente por cerca de 15% dos empregos formais no país.

Este é o primeiro estudo que analisa especificamente o perfil dessas empresas. O levantamento foi baseado em dados da própria Secex, da Receita Federal e da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), até o ano de 2020.

De acordo com o estudo, aproximadamente 24.900 empresas exportaram bens para outros países em 2020, gerando diretamente cerca de 5,2 milhões de empregos formais.

Publicidade

A pesquisa mostrou que a América Latina era o principal destino dos produtos exportados, com 61% das empresas enviando suas mercadorias para essa região. Além disso, 41% das empresas exportadoras brasileiras direcionaram seus produtos aos países membros do Mercosul.

Os Estados Unidos e a Europa foram citados em seguida como os principais destinos das exportações, ambos com 32%, seguidos pela Ásia, com 28%.

Em termos de concentração regional, São Paulo e Rio Grande do Sul abrigavam mais da metade das empresas exportadoras, com 43% e 11%, respectivamente.

O estudo também destacou a correlação entre as empresas exportadoras e o perfil de seus funcionários. Essas empresas tendem a pagar salários mais altos, possuir funcionários com maior nível de escolaridade e contar com um número maior de empregados.

Adicionalmente, os dados revelam que, após 10 anos de existência, a probabilidade de uma empresa continuar exportando seus produtos é de apenas 1%. Esse percentual é maior para as indústrias extrativas e de transformação.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado