Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

EUA: Empréstimos emergenciais do Fed para bancos aumentam

Foto: Freepik

Os empréstimos emergenciais concedidos pelo Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, chegaram a marca de US$ 110,4 bilhões. Esse aumento representou um acréscimo de US$ 858 milhões em relação à semana anterior, quando o montante estava em US$ 109,576 bilhões. Essa injeção de liquidez visa manter a estabilidade financeira e garantir o funcionamento adequado do sistema bancário em situações de emergência.

Um dos componentes desse aumento é o crédito mobilizado pela janela de redesconto, que cresceu de US$ 2,190 bilhões para US$ 2,907 bilhões. Essa linha de crédito desempenha um papel fundamental na provisão de liquidez aos bancos comerciais, permitindo que eles atendam às suas obrigações financeiras e forneçam empréstimos à economia.

Outra parte desse aumento está relacionada à linha do Programa de Financiamento a Prazo dos Bancos (BTFP), que subiu de US$ 107,386 bilhões para US$ 107,527 bilhões, segundo o Fed. Essa iniciativa tem como objetivo apoiar os bancos na gestão de suas operações de curto prazo, proporcionando estabilidade e resiliência ao sistema financeiro.

Publicidade

No entanto, a categoria denominada outras extensões de crédito, que conta com recursos garantidos pela Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC), registrou uma redução durante o mesmo período. Os recursos nessa categoria diminuíram de US$ 137,171 bilhões para US$ 134,369 bilhões, refletindo mudanças nas dinâmicas de crédito e garantia.

Juros

Durante o 46º simpósio anual de Jackson Hole, Jerome Powell, presidente do Fed, afirmou que o Fed está pronto para elevar ainda mais as taxas de juros americanos, se necessário, e que dois meses de bons dados de inflação são apenas o começo para construir a confiança no indicador econômico.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado