Pesquisar
Close this search box.
Publicidade
Publicidade
X
Publicidade
X

iAero Airways: 2ª empresa nos EUA a buscar recuperação judicial em dois meses

Foto: Facebook da iAero Airways

A iAero Airways, anteriormente Swift Air, está diante de um grande desafio. Em um curto espaço de tempo, menos de dois meses, ela se tornou a segunda companhia aérea a buscar recuperação judicial nos EUA. Atualmente, um tribunal na Flórida analisa o caso, com o objetivo principal de reestabelecer a saúde financeira da empresa.

Quando o plano de reestruturação for aprovado por seus credores, orçado em US$ 22,5 milhões, a empresa pretende continuar suas operações sem interrupções. A iAero Airways, que iniciou sua trajetória em 1997 sob o nome Swift Air, possui uma longa no mercado aéreo.

Estabelecida em Greensboro, Carolina do Norte, a companhia oferecia voos charter para diversos clientes  no país. Ela também desempenhava um papel crucial junto à Imigração e Fiscalização Aduaneira dos EUA, coordenando voos de deportação e a transferência de detidos entre diferentes centros de detenção.

Publicidade

O Aeroporto Internacional de Miami sempre serviu como seu principal centro de operações. Ao longo de sua existência, a empresa protagonizou diversas parcerias e eventos importantes, incluindo voos charter para Cuba e a colaboração com a campanha presidencial de John McCain em 2008.

Em 2017, após a aquisição de ativos da Eastern Air Lines, a Swift Air começou a sofrer transformações, culminando na sua renomeação para iAero Airways no final de 2019. Em uma movimentação estratégica, em maio daquele ano, ela se juntou à Aero Group, uma empresa de aviação parcialmente pertencente ao The Blackstone Group.

A iAero não é a única enfrentando desafios. Em agosto, a Western Global Airlines também procurou a justiça para mitigar uma dívida que ultrapassava US$ 450 milhões.

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado