Braskem é excluída do ISE da B3 após crise ambiental

Foto: Divulgação

A B3 removeu as ações da Braskem (BRKM5) do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) devido a uma crise ambiental em Maceió. Esta decisão, efetiva a partir de sexta-feira (8/12), foi tomada em resposta à crise ambiental e humanitária relacionada às minas de sal-gema da Braskem na capital alagoana. A situação de emergência, declarada pela prefeitura de Maceió, desencadeou o Plano de Resposta a Eventos ESG da B3, iniciado em 1º de dezembro.

A remoção das ações da Braskem do ISE B3 reflete a preocupação com os padrões de sustentabilidade empresarial. O ISE B3, que representa uma carteira teórica de ativos, avalia empresas com base em critérios de sustentabilidade e governança corporativa.

Nos últimos dias, a crise em Maceió ganhou atenção após alertas sobre o risco de colapso de uma das minas de sal-gema. A atividade de mineração, em operação desde os anos 1970, foi interrompida em 2019 devido a danos estruturais em bairros da cidade.

A B3, operando sob a supervisão da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), enfatizou que a exclusão da Braskem não é um pré-julgamento, mas baseia-se nos critérios estabelecidos na metodologia do ISE B3. A decisão foi influenciada pelos impactos ESG da crise, a gestão da crise pela Braskem, o impacto de imagem e a resposta da empresa à crise.

A carteira teórica do ISE B3 inclui 67 ações de empresas listadas, e os papéis da Braskem representavam pouco mais de 1% do índice. Com a exclusão da Braskem, o peso de suas ações será redistribuído entre as demais empresas do índice.

O ISE B3 serve como referência para investidores interessados no desempenho de empresas comprometidas com práticas sustentáveis. O índice é um indicador de retorno total, composto por ações e units de companhias listadas na B3 que atendem a critérios específicos de sustentabilidade.

Receba as últimas notícias do Economic News Brasil no seu WhatsApp e esteja sempre atualizado! Basta acessar o nosso canal: CLIQUE AQUI!

conteúdo patrocinado

MAIS LIDAS

conteúdo patrocinado
conteúdo patrocinado